Mais lidas
Política

Temer oferece deixar articulação política, mas Dilma rejeita

.

ANDRÉIA SADI
BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O vice-presidente Michel Temer colocou o cargo de coordenação política à disposição de Dilma Rousseff nesta quinta-feira (6), mas a presidente rechaçou a oferta. ''Michel, você fica'', disse a presidente, segundo assessores do governo.
Temer conversou sobre o assunto com Dilma após ser comunicado que sua declaração pública apelando por um esforço contra a crise política, na quarta-feira (5), foi vista por ministros petistas como uma tentativa de se ''credenciar'' para a vaga da presidente.
Segundo a reportagem apurou, o vice argumentou com a presidente que não queria causar transtornos para o governo, e que, se estivesse atrapalhando, poderia deixar a articulação política que assumiu em março. A presidente recusou afastar o peemedebista da função.
Na quarta, após se reunir com os líderes da base aliada e ministros do governo Dilma, Temer reconheceu o agravamento da crise política e disse que o país precisa de "alguém [que] tenha a capacidade de reunificar a todos".
Visivelmente nervoso, pediu a partidos e setores da sociedade que, juntos, "todos se dediquem a resolver os problemas do país".
"Caso contrário, podemos entrar em uma crise desagradável para o país", sentenciou.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber