Facebook Img Logo
Mais lidas
Política

Após bronca, PT cobra reorientação econômica e reforça defesa de Vaccari

.

CATIA SEABRA E BELA MEGALE
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após críticas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a cúpula do PT decidiu endurecer os ataques à oposição, ao Judiciário, ao Tribunal de Contas e à Polícia Federal.
Nesta segunda (22), Lula afirmou que o PT tem os vícios de todo partido que cresce e chega ao poder e, por isso, defendeu uma revolução da sigla. Segundo o ex-presidente, seus colegas de legenda "só pensam em cargo, em emprego, em ser eleito" e, assim, o PT teria perdido a utopia e estaria envelhecido.
Na semana passada, o petista afirmou que a presidente Dilma Rousseff e seu governo estão no "volume morto".
Em um documento elaborado nesta quinta (25) durante a reunião da executiva nacional da sigla, em São Paulo, o comando petista cobrou a "reorientação" da política econômica implementada pelo governo Dilma Rousseff em seu segundo mandato.
O texto foi elaborado um dia depois do presidente do partido, Rui Falcão, se reunir com Lula.
Seguindo a orientação do ex-presidente, a sigla decidiu reforçar a defesa de João Vaccari Neto, ex-tesoureiro do partido que está preso desde abril no âmbito das investigações da Operação Lava Jato.
"O PT repele a negativa da revogação de prisão preventiva do companheiro", diz o documento.
Na terça (23), o juiz Sergio Moro negou o pedido da defesa do petista para que ele aguardasse o julgamento em liberdade.
Rui Falcão classificou como "inexplicável e inaceitável rejeição do pedido de relaxamento da prisão preventiva e Vaccari", alegando a defesa apresentou todas as provas documentais requeridas.
O documento também alertou para o risco de "quebra" de empresas investigadas na Operação Lava Jato. "Preocupa o PT as consequências para a economia nacional do prejulgamento de empresas acusadas no âmbito da Operação Lava Jato".




O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Política

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber