Facebook Img Logo
Mais lidas
Política

Divergência na Lava Jato impediu seis depoimentos nesta semana

.

As divergências entre o Ministério Público e a Polícia Federal sobre os rumos da investigação Lava Jato impediram o depoimento de seis investigados nesta semana, entre eles Benedito de Lira (PP-AL), Arthur de Lira (PP-AL) e Eduardo da Fonte (PP-PE).

Os três foram acusados de receber dinheiro desviado da Petrobras na cota do PP pelo ex-diretor de abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, em sua delação premiada.. Segundo apurou o blog, 46 investigados já foram ouvidos pela Polícia Federal na Lava-Jato, entre políticos e outros suspeitos. A crise entre as autoridades que atuam no caso foi revelada a partir da suspensão, por ordem do Supremo, de depoimentos que haviam sido previamente marcados pelos policiais federais sem aval da Procuradoria Geral da República.

Em nota, o Ministério Público Federal afirmou que definição da estratégia da operação é responsabilidade de Rodrigo Janot porque ele terá a responsabilidade de oferecer eventuais denúncia. A PF ressaltou que, ao ordenar a apuração da suposta participação de políticos no esquema de corrupção que atuava na Petrobras, o Supremo Tribunal Federal (STF) não determinou "uma ordem de preferência" para os depoimentos.


Fonte: MATHEUS LEITÃO /g1.globo.com

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Política

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber