Facebook Img Logo
Mais lidas
Política

Ato contra o governo termina com duas prisões em Brasília

.

AGUIRRE TALENTO E JOÃO CARLOS MAGALHÃES
BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Cerca de 25 mil pessoas, de acordo com a Polícia Militar, protestaram neste domingo (12) em Brasília contra o governo Dilma Rousseff e a corrupção. Os organizadores calcularam em 40 mil o número de participantes.
Essas estimativas representam cerca de metade dos números da manifestação do dia 15 de março na cidade -entre 45 mil e 50 mil, para a PM, e entre 80 mil e 100 mil, segundo os manifestantes.
O evento começou por volta das 9h30 e terminou por volta das 12h30. Eles saíram do Museu Nacional, no Eixo Monumental, e foram até o gramado em frente ao Congresso.
A Polícia Militar informou ter preso duas pessoas. Um deles era um morador de rua, detido por tumultuar a manifestação. Outro homem foi detido por uma briga de trânsito nas proximidades do protesto. Ele portava um fação, segundo a polícia. Não houve contudo incidentes graves.
A manifestação teve os mesmos motes da ocorrida no último dia 15. Além de pedidos pelo impeachment de Dilma e críticas à corrupção revelada pela Operação Lava Jato, um carro de som contratado por parte dos organizadores pedia que os militares intervenham no governo petista para restaurar a ordem.
Alguns participantes vaiaram esse carro e e fizeram sinais com o polegar virado para baixo conforme ele passava. Perto do final do protesto, uma pessoa cortou o fio do microfone usado pelos manifestantes pró-intervenção. Houve um início de bate-boca entre os carros. Logo depois, o fio foi remendado e os discursos continuaram como antes.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Política

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber