Mais lidas
Política

Temer diz que PMDB ajudará governo para aprovar ajuste fiscal

.

BRASÍLIA, DF - O vice-presidente da República, Michel Temer, afirmou nesta segunda-feira (23) que o governo pode contar com o PMDB para ajudar na aprovação das medidas provisórias do ajuste fiscal.
"Seguramente [a presidente pode contar com o PMDB]. O diálogo está aberto. Agora, qual será o resultado, nós vamos ver adiante."
Nesta noite, Temer promove um jantar com o ministro Joaquim Levy (Fazenda) e a cúpula do PMDB, no qual Levy apresentará argumentos para que o partido apoie as medidas provisórias editadas por Dilma para equilibrar as contas do governo.
José Guimarães (PT-CE), líder do governo na Câmara, também esteve com Temer nesta segunda. Ao sair da reunião, afirmou que o governo está aberto a negociações.
"Há muito espaço [para negociação]. O governo quer aprimorar as medidas provisórias, está trabalhando para isso, com as centrais [sindicais], evidentemente mantendo sua espinha dorsal. Vamos aprofundar o debate", disse.
"Tudo está em negociação, tudo pode ser discutido. Não tem ninguém no Congresso querendo tocar foco no circo", disse, em relação à responsabilidade fiscal.




×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber