Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Política

Após ir ao gabinete de Aécio, Renan pede 'equilíbrio' na reta final

.

Justiça Federal abre ação de improbidade contra presidente do Senado - Foto: Arquivo
Justiça Federal abre ação de improbidade contra presidente do Senado - Foto: Arquivo

BRASÍLIA, DF - Acusado por seu adversário de partir para o "desespero" para garantir sua reeleição, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), defendeu neste sábado (31) equilíbrio na reta final da campanha.
Diante do temor de que a candidatura de Luiz Henrique (PMDB-SC) ganhe fôlego, Renan dedicou o dia a contatos telefônicos e encontros pessoais.
Ele chegou a apelar para a oposição, que fechou aliança com Luiz Henrique, indo até o gabinete do presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG).
Na saída, ele foi surpreendido pela imprensa e disse que foi tratar da necessidade de manter "convivência de alto nível".
Renan tenta comandar o Senado pela quarta vez. Ele disse que a disputa é interessante porque é polarizada com um correligionário.
"De todas as circunstâncias, talvez seja a mais interessante porque nós não estamos enfrentando o candidato de outro partido, mas um candidato avulso que não foi indicado por seu partido."
Criticado por Luiz Henrique, Renan reagiu. "Eu acho que estamos a poucas horas da eleição e é preciso demonstrar equilibro e ter confiança na vitória, estamos trabalhando para isso."

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Política

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber