Facebook Img Logo
Mais lidas
Política

Deputado do Paraná é suspeito de receber de doleiro preso na operação Lava Jato

.

Juiz enviou documentos sobre Nelson Meurer (PP-PR) ao STF - Foto: oglobo.globo.com
Juiz enviou documentos sobre Nelson Meurer (PP-PR) ao STF - Foto: oglobo.globo.com

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelo processo da operação Lava Jato em primeira instância, enviou para o Supremo Tribunal Federal (STF) documentos obtidos pela Polícia Federal que apontam supostos pagamentos efetuados pelo doleiro Carlos Habib Chater, a pedido do doleiro Alberto Youssef, ao deputado federal Nelson Meurer (PP-PR) – Youssef é apontado pela PF como chefe do esquema de lavagem de dinheiro e desvio de recursos da Petrobras investigado pela operação.

Por ser deputado federal, Meurer tem foro privilegiado e só pode ser investigado, julgado e condenado pelo STF. Procurado pelo G1, o parlamentar negou o recebimento de dinheiro. "Eu nunca recebi recurso nenhum de empreiteira e muito

menos do Posto da Torre. Eu nem sei que existe esse posto em Brasília. Não conheço o dono e todos os recursos que recebi até hoje foram disponibilizados pelo PP. Não tenho conhecimento dessa planilha. Quem tem que informar é o dono do posto. Ele é que tem que dizer a quem entregou esse dinheiro", afirmou Meurer.

Os documentos foram disponibilizados nesta sexta-feira no andamento processual da Operação Lava Jato. Ao enviá-los para o STF em dezembro do ano passado, Moro afirmou que, embora seja "prematura qualquer conclusão, os lançamentos podem retratar pagamentos efetuados por Carlos Habib Chater, a pedido de Alberto Youssef, ao referido parlamentar".

Fonte: G1/Brasília

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Política

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber