Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Política

​Delgado nega acordo com PT e diz que Solidariedade 'chove no molhado'

.

Candidato a presidente da Câmara, o líder do PSB, Júlio Delgado (MG), afirmou ao G1 que o Solidariedade “chove no molhado” ao reiterar apoio ao líder do PMDB, Eduardo Cunha (RJ), na disputa e negou que exista um acordo de “apoio mútuo” com o candidato do PT ao posto, deputado Arlindo Chinaglia (SP), em caso de segundo turno.

Nesta quinta, o Solidariedade ameaçou deixar o bloco de oposição que formaria com PSDB, PV, PPS e PSB devido ao suposto entendimento entre Delgado e Chinaglia. Em nota, o presidente do partido, Paulo Pereira da Silva (SD-SP), o Paulinho da Força Sindical, apela para que o senador Aécio Neves, presidente do PSDB, passe a apoiar a candidatura de Eduardo Cunha.

Atualmente Delgado tem o apoio de PSDB, PSB, PPS e PV.  “O primeiro partido que deu apoio à candidatura do Eduardo Cunha foi o Solidariedade. Talvez essa reafirmação agora seja um reconhecimento e um temor que a gente vá agora para o segundo turno e um reconhecimento de que a nossa candidatura está se consolidando e crescendo”, disse o candidato do PSB.

Delgado afirmou ainda não definiu quem apoiará se não for para  segundo turno. “Eu vou estar no segundo turno. Se o Arlindo não passar, lógico que eu vou querer o apoio dele para ganhar as eleições. Se o Eduardo não passar, eu também quero o apoio dele para ganhar as eleições. Eu não vou apoiar ninguém [agora], porque isso depende do acordo que eu tenho com os partidos que me deram sustentação.”

Confira matéria completa AQUI

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Política

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber