Facebook Img Logo
Mais lidas
Política

Ex-miss Brasil vira secretária-adjunta de Turismo e Lazer do RS

.

Foto: Luiz Chaves/Palacio Piratini
Foto: Luiz Chaves/Palacio Piratini

PORTO ALEGRE, RS - Uma ex-miss Brasil foi escolhida pelo governador gaúcho José Ivo Sartori (PMDB) para ocupar o cargo de secretária-adjunta de Turismo, Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul. 

Gabriela Markus, 26, ganhou o concurso em 2012 e foi a representante brasileira naquele ano no Miss Universo, no qual ficou na quinta colocação. A nomeação foi publicada nesta terça-feira (13).

A indicada pelo governador foi candidata a deputada estadual pelo PMDB no ano passado e fez 26 mil votos --ela é a quinta suplente de sua coligação. A ex-miss estuda engenharia de alimentos na Universidade Federal do Rio Grande do Sul e não tem experiência profissional na área. 

No horário eleitoral gratuito, a então candidata se apresentava na TV como "Gabriela Miss Brasil". Na campanha, defendeu mais espaço para mulheres no Legislativo, renovação na política e melhorias no transporte público. 

Ela afirma que optou por usar o nome do concurso na eleição para facilitar a lembrança dos eleitores, mas diz que pretende cada vez mais se "distanciar" do título. 

"As pessoas ficam surpresas com [o fato de] uma miss optar pela política. Muitos acabam julgando de maneira errada. Eu poderia continuar como modelo ou investir na carreira de apresentadora, mas não é muito o meu perfil. Eu me sinto mais completa e realizada nesse caminho que eu escolhi", disse. 

A ex-miss está na política por influência da família. Um tio é prefeito de Paverama (a 91 km de Porto Alegre) e o pai já foi vereador, ambos pelo PMDB. 

A ideia da candidatura surgiu, diz ela, em um encontro com o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), em Brasília. Ainda com o título de miss, foi acompanhar o tio prefeito em uma comitiva do município em Brasília. 


'MENTOR' 

"Na época, ele [Temer] comentou: 'você não pensa em se candidatar também, entrar para a política?' A partir daí começou-se a pensar na ideia. Ele que foi o primeiro, digamos, mentor", conta. Temer é casado com uma ex-miss, Marcela Tedeschi, que foi segundo lugar no concurso Miss São Paulo. 

Gabriela ficou cerca de um ano se dedicando a compromissos relacionados ao título de miss Brasil e também fez trabalhos como modelo. Agora, ela pretende estudar políticas públicas a partir de março. 

Questionada sobre a falta de experiência no setor em que irá atuar, a nova secretária-adjunta diz que participou do grupo de transição do novo governador e que tem contato com representantes do setor do turismo. 

Um de seus projetos é fomentar a área de gastronomia. Nos períodos de afastamento do secretário, ela será a responsável pela pasta.

Antes de assumir o cargo, há duas semanas, Sartori foi criticado por indicar apenas uma mulher para o secretariado. No dia da posse, houve um protesto contra a extinção da Secretaria de Políticas para Mulheres do Estado.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Política

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber