Política

MP entra com ação contra Petrônio Cardoso

.

A Promotoria de Defesa do Patrimônio Público, de Apucarana, apresentou ontem ação contra o ex-presidente da Câmara e atual secretário de Governo, Petrônio Cardoso.

A acusação do Ministério Público (MP) aponta suposto desvio de recursos durante gestão dele na Mesa Diretora da Câmara em 2004.

A Promotoria diz que suposto desvio passou de R$ 100 mil em notas frias, entre outras irregularidades. Como as denúncias tem quase 9 anos, não há pedido de liminar.

A ação pede condenação por peculato. Procurado pelo TnOnline, Petrônio disse que irá se manifestar apenas quando tiver conhecimento da acusação.