MAIS LIDAS
VER TODOS

Política

2º turno em SP: Tarcísio diz esperar apoio do PSDB nacional

O candidato do Republicanos ao governo de São Paulo, Tarcísio de Freitas, disse nesta sexta-feira, 7, que negocia apoio do PSDB nacional e do diretório estadual à sua candidatura. O governador Rodrigo Garcia (PSDB) sinalizou "apoio incondicional" ao ex-mi

Gustavo Queiroz (via Agência Estado)

·
Escrito por Gustavo Queiroz (via Agência Estado)
Publicado em 07.10.2022, 17:11:00 Editado em 07.10.2022, 17:14:14
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

O candidato do Republicanos ao governo de São Paulo, Tarcísio de Freitas, disse nesta sexta-feira, 7, que negocia apoio do PSDB nacional e do diretório estadual à sua candidatura. O governador Rodrigo Garcia (PSDB) sinalizou "apoio incondicional" ao ex-ministro e também ao presidente Jair Bolsonaro, mas alas tucanas discordaram da aproximação.

continua após publicidade

"Tivemos uma conversa hoje de manhã com (o deputado federal) Carlos Sampaio e (o presidente do PSDB) Bruno Araújo", afirmou Tarcísio. Sampaio já anunciou no Twitter que endossa Tarcísio e Bolsonaro. Sobre o embarque definitivo do PSDB paulista, Tarcísio disse que vai ter a mesma conversa com o coordenador do partido no Estado, Marco Vinholi. "A expectativa é positiva", disse sobre a formalização do apoio.

Tarcísio também argumentou que há uma chance de o partido apoiar a reeleição Bolsonaro no âmbito nacional. "Tem uma ala muito forte do PSDB que eu digo que é dominante, que vê o PT como ameaça", afirmou em visita ao Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, na zona sul de São Paulo.

continua após publicidade

"Quando a gente conversa com o pessoal do PSDB, majoritariamente eles estão entendendo isso. Tem uma ala mais antiga que tem outra linha de pensamento, mas é uma turma que politicamente perdeu muita força. Se não houver adesão formal explícita, a maioria dos integrantes do partido estarão com o presidente", completou.

Como mostrou o Estadão, a decisão de Garcia surpreendeu o diretório estadual do PSDB. A movimentação causou irritação em integrantes do PSDB paulista, que é o berço do partido. Segundo tucanos do diretório estadual, Garcia, que está filiado há pouco tempo no partido, não respeitou os ritos e agiu como se fosse um cacique solitário.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Política

Deixe seu comentário sobre: "2º turno em SP: Tarcísio diz esperar apoio do PSDB nacional"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
Compartilhe! x

Inscreva-se na nossa newsletter

Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!