Política

Câmara vai sediar audiência pública sobre “bullying”

Da Redação ·
 Câmara vai sediar audiência pública sobre “bullying”
fonte: Divulgação
Câmara vai sediar audiência pública sobre “bullying”

A Câmara de Apucarana vai sediar, nesta sexta-feira (08), a partir das 18h30, uma audiência pública sobre o “bullying”. A iniciativa é da vereadora Lucimar Scarpelini (PP), que recentemente teve aprovado um projeto que busca coibir essa prática nas escolas do município.

continua após publicidade

Estará presente o deputado estadual Evandro Júnior (PSDB), presidente da Comissão de Educação da Assembléia Legislativa. “Como é um assunto que já estava sendo discutido e o deputado vem fazendo reuniões regionais sobre assuntos ligados à educação, nós propomos a audiência e ele aceitou de imediato. Também falamos com o Núcleo Regional de Educação, que aceitou apoiar o evento”, explica a vereadora.

Foram convidados representantes das escolas públicas municipais, estaduais, das escolas particulares, faculdades, Patrulha Escolar e membros de várias outras entidades.

continua após publicidade

Lucimar explica que o evento terá também a participação de especialistas no assunto, como Acácia Cristina Milano, professora de pós-graduação na área de educação e membro da Comissão Regional de Enfrentamento à Violência contra a Criança e o Adolescente. 


Lucimar ressalta que o objetivo da audiência pública também é ouvir o que os educadores, pais e outros interessados têm a dizer. A vereadora frisa que passou a ouvir muitos relatos preocupantes depois que apresentou seu projeto. “Ele teve a finalidade de conter a prática de violência física ou psicológica, intencional e repetitiva, que ocorra entre os alunos sem motivação evidente, praticada por um indivíduo ou grupo, contra uma ou mais pessoas, com o objetivo de intimidar, agredir fisicamente, isolar, humilhar, ou ambas as coisas, causando dano emocional ou físico”, afirma Lucimar, lembrando que uma das propostas estabelecidas no projeto é justamente a de fomentar o debate em torno do bullying.

continua após publicidade


Para a vereadora, trata-se de assunto que ganhou notoriedade ainda maior depois do massacre na escola carioca, cujo autor admitiu ter sido vítima de bullying durante anos. “A busca de solução para esse problema deixou de ser apenas uma preocupação de especialistas e passou a ser uma tarefa para toda a sociedade”, acrescenta a vereadora. Ela acredita que
o evento será um passo importante na luta contra o bullying. “O objetivo da audiência não é apenas debater o problema, mas capacitar os participantes para que possam lidar com ele”, finaliza Lucimar.