Política

Alep não aprova fim de aposentadoria para ex-governadores

Da Redação ·
 Assembleia Legislativa do Paraná não aprovou a Proposta de Emenda Constitucional que sugeria o fim da aposentadoria para ex-governadores
fonte: Google - imagem ilustrativa
Assembleia Legislativa do Paraná não aprovou a Proposta de Emenda Constitucional que sugeria o fim da aposentadoria para ex-governadores

A Assembleia Legislativa do Paraná não aprovou a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que sugeria o fim da aposentadoria para ex-governadores do estado. Eram necessários 33 votos para que a PEC fosse aprovada. O resultado da votação revelou que 13 deputados se abstiveram, 12 votaram contra e 24 a favor. A Proposta de Emenda Constitucional foi apresentada pelo deputado Mauro Moraes (PSDB) e assinada por outros 23 parlamentares.

continua após publicidade

Durante a discussão do tema, o deputado Caíto Quintana (PMDB) sugeriu a retirada da PEC da PEC não pode presidir a comissão que avalia a proposta. O deputado afirmou ainda que o benefício é um direito adquirido pelos ex-governadores e, portanto, a medida não teria validade.

continua após publicidade

Conheça o posicionamento de alguns deputados

Em tribuna, deputado Eduardo Cheida (PMDB) declarou ser desfavorável a medida. Na avaliação de Cheida, o pagamento da aposentadoria garante aos governadores coragem para tomar qualquer atitude.

continua após publicidade

Por outro lado, o deputado professor Lemos (PT) posicionou-se favorável a PEC. “Quando nos candidatamos é por um período determinado, cessado este período, nós deixamos de receber”, afirmou o parlamentar. Segundo ele, o dinheiro é utilizado para beneficiar quem não precisa.

continua após publicidade

Artagão Junior (PMDB) disse no plenário que “é evidente que o debate é importante, mas não podemos ser levados pela opinião de poucos”. Segundo ele, os parlamentares não poderiam ser levados pela emoção ou pela pressão. Para o deputado Artagão, o valor pago para os ex-governadores é importante, mas não compromete a máquina do Estado.

“É um preconceito com a política esta PEC”, declarou o deputado Rasca Rodrigues (PV). O parlamentar afirmou não ser favorável a aposentadoria para aqueles que assumiram o cargo por 10 dias ou nove meses, por exemplo, mas é preciso ver o histórico de cada um.

Marcelo Rangel (PPS) declarou ser favorável a PEC. Segundo ele, no Brasil, dez ex-governadores recebem o benefício, sendo que sete recebem cerca de R$ 12 mil e três aproximadamente R$ 24 mil, que é o caso dos ex-governadores paranaenses. Para ele a aposentadoria deve ser concedida para aquele que recolhe.