Política

Deputados do Paraná querem CPI do Grampo

Da Redação ·
 m grupo de 20 deputados assinou um requerimento pedindo a criação da CPI do grampo, para investigar as escutas encontradas no prédio da Assembleia Legislativa do Paraná.
fonte: Nani Gois/Alep
m grupo de 20 deputados assinou um requerimento pedindo a criação da CPI do grampo, para investigar as escutas encontradas no prédio da Assembleia Legislativa do Paraná.

Um grupo de 20 deputados assinou um requerimento pedindo a criação da CPI do grampo, para investigar as escutas encontradas no prédio da Assembleia Legislativa do Paraná. O documento foi protocolado na tarde de ontem (8) pelo deputado Marcelo Rangel (PPS).

continua após publicidade

No sábado (5), o Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), da Polícia Civil do Paraná, encontrou aparelhos para escuta telefônica e espionagem na casa parlamentar. No forro da antessala do segundo secretário havia fiação pronta para receber câmeras de vídeo.

continua após publicidade

Sete locais foram considerados suscetíveis a escutas, gravações ilegais. Havia pelo menos um grampo telefônico. Segundo os técnicos em segurança que fizeram a varredura, os equipamentos de espionagem são de alta tecnologia.

continua após publicidade

"Nós temos que investigar, descobrir os culpados. Descobrir também a autoria, a serventia destas gravações", disse o deputado Marcelo Rangel.

O presidente da casa, Valdir Rossoni, vai decidir quando começam os trabalhos da comissão que deve investigar as denúncias de espionagem, que movimentaram a Assembleia desde que os deputados voltaram ao trabalho, em 1º de fevereiro.