Política

Richa duplica recursos para o transporte escolar

Da Redação ·
 Governador Beto Richa participa da solenidade de abertura do Ano Letivo Escolar, no Colégio Estadual Altair Mongruel, em Ortigueira.Ortigueira
fonte: AEN
Governador Beto Richa participa da solenidade de abertura do Ano Letivo Escolar, no Colégio Estadual Altair Mongruel, em Ortigueira.Ortigueira

O governador do Paraná, Beto Richa anunciou ontem (8), em Ortigueira, ao fazer a abertura do ano letivo da rede pública estadual, que o Governo do Estado vai duplicar o repasse de recursos para o transporte escolar, de R$ 27 milhões para R$ 54 milhões, e criar o Comitê Estadual de Transporte Escolar. Durante a solenidade, o governador anunciou também a construção, em Ortigueira, da primeira escola em período integral de sua gestão.
 

continua após publicidade

O município, da região centro-oriental, apresenta o menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Paraná: 0,62. “É vergonhoso que o Paraná ainda tenha um terço da sua população vivendo em áreas com IDH abaixo da média nacional. Investir fortemente nessas regiões é um compromisso do meu governo, que já começamos a cumprir com investimentos como esses”, disse Richa.
 

O governador lembrou que seu programa de governo, registrado em cartório, prevê ações integradas e específicas para promover o desenvolvimento regional e municipal, de acordo com as características de cada região. “Nossa administração tem o compromisso com a gestão de qualidade, norteada por conceitos baseados na ética, na transparência e na democracia”, afirmou.

 

continua após publicidade

TRANSPORTE ESCOLAR – O aumento nos valores repassados aos municípios para o custeio do transporte escolar é uma reivindicação antiga das prefeituras, que nos últimos anos têm sido obrigadas a bancar o transporte de alunos da rede estadual – despesa que suprime recursos de outros investimentos. “É uma distorção que vamos corrigir com o aumento dos repasses de R$ 27 milhões para R$ 54 milhões ainda em 2011”, afirmou Beto Richa.
 

Ao abrir oficialmente o ano letivo, o governador também reafirmou a meta de elevar a qualidade das escolas paranaenses ao mesmo nível das municipais da capital: “A educação é um instrumento de emancipação, um diferencial para o desenvolvimento. Garanti a Curitiba um ensino de excelência, reconhecido como o melhor entre as capitais. Isso foi conseguido com uma parceria estreita e com a motivação de professores e equipe técnica”.

Beto Richa disse que, a exemplo de seu pai, o ex-governador José Richa, pretende fazer uma administração humana, com o devido reconhecimento aos profissionais da educação. “Meu pai deixou sua marca como o governo que mais levou avanços à carreira dos professores. Nosso governo pretende agir da mesma forma. Reafirmo o compromisso assumido de tratar os profissionais da educação com respeito e dignidade”, disse.
 

continua após publicidade

O vice-governador e secretário da Educação, Flávio Arns, disse que a presença do governador em Ortigueira simboliza a determinação de fazer uma revolução pela educação no Paraná, em articulação com todas as políticas públicas: habitação, emprego e geração de renda, esporte, cultura.
 

Ele destacou a importância dessa articulação, dando como exemplo a habitação. “Casa significa menos envolvimentos com drogas, menos problemas com segurança, mais sucesso na escola. Tudo isso contribui para mais felicidade do ser humano”, disse o secretário.
 

Ainda em Ortigueira, Richa também assinou um convênio que prevê parceria entre a Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), a Caixa Econômica Federal e a prefeitura para a construção de 42 casas populares.
 

continua após publicidade

O prefeito do município, Geraldo Magela do Nascimento, disse que tem esperança de que o município evolua e seja capaz de oferecer educação de qualidade e moradia digna para todos. “A presença do governador na nossa cidade demonstra a preocupação que toda a equipe de governo tem com as pessoas mais carentes do nosso Estado”, disse Nascimento.
 

INFRAESTRUTURA – O governador reafirmou seu propósito de realizar grandes investimentos em infraestrutura, que considera uma área estratégica para promover o desenvolvimento econômico e social do estado. No entanto, pediu paciência à população neste início do governo. “Encontramos um Estado sem capacidade de investimentos e, para iniciar a reversão deste processo, determinamos a cada secretaria a redução de 15% do custeio, além da suspensão de pagamentos por 90 dias”.
 

“Estradas melhores, tarifas de pedágio compatíveis, o investimento em ferrovias, como a que queremos construir em parceria com o governo do Mato Grosso do Sul, são fundamentais para atrair novas empresas ao Paraná e expandir o Porto de Paranaguá, além de recuperar sua credibilidade”, afirmou Richa, que reforçou a determinação de ampliar os aeroportos, em especial os de Londrina, Maringá, Cascavel, Ponta Grossa e Foz do Iguaçu. “A atual realidade precária estava dificultando a atração de novos investimentos para o interior. Vamos mudar esta realidade”, afirmou.