Política

TRE marca para 1º de maio nova eleição para prefeito em Kaloré

Da Redação ·
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Paraná baixou nesta semana Resolução nº597/2011 que estabelece para o dia 1º de maio a realização de nova eleição para prefeito e vice no município de Kaloré
fonte: Blog do Berimbau
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Paraná baixou nesta semana Resolução nº597/2011 que estabelece para o dia 1º de maio a realização de nova eleição para prefeito e vice no município de Kaloré

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Paraná baixou nesta semana Resolução nº597/2011 que estabelece para o dia 1º de maio a realização de nova eleição para prefeito e vice no município de Kaloré. O novo pleito foi determinado em função de que o prefeito reeleito Adnan Canelo (PMDB) e seu vice Mauro Labegaline (PT) tiveram o mandato cassado pela Justiça Eleitoral, no  inal do ano passado, acusados de supostas irregularidades cometidas durante a campanha eleitoral de 2008.

continua após publicidade

A ação foi proposta pela coligação do candidato derrotado Edmilson Stencil (PDT). O adversário acusou o prefeito de dez infrações, entre elas, uso de veículos da Prefeitura para atrair votos dos eleitores e contratação de funcionários durante o período eleitoral.

continua após publicidade

Adnan Canelo foi reeleito em 2008 com 1.799 votos, contra 1.540 dados ao seu adversário Edmilson Stencel. O município tinha na época 3.569 eleitores. No pleito para presidente da República, governador, senadores e deputados, no ano passado, o número subiu para 3.659. Cidade tem 4,7 mil habitantes.

continua após publicidade

Desde o dia 1º de janeiro, a Prefeitura vem sendo administrada provisoriamente pelo presidente da Câmara de Vereadores, Osni Aparecido da Silva (PT), mais conhecido por Osni Franco. Ele é o quarto prefeito que assumiu o município nos últimos dois anos em função das ações e recursos judiciais travados pelos concorrentes.

Com a definição do dia da eleição, os partidos começam a se movimentar pelo lançamento de candidatos a prefeito e vice. Por enquanto, são pré-candidatos à Prefeitura o próprio Osni Franco, Edmilson Stencil, Washington Luiz da Silva (PTB), André Pereira (PT) e o ex-prefeito Eleomil Altivo Fuzeti (DEM). Os partidos têm até o dia 27 deste mês para formar as coligações e escolher os candidatos.

continua após publicidade

Troca-troca de prefeitos tem sido comum na cidade

Esta não é a primeira vez que ocorrem disputas judiciais no âmbito da Prefeitura de Kaloré e troca-troca de prefeitos. Na gestão de 2005 a 2008, Adnan Canelo (PMDB), derrotado no pleito de 2004, conseguiu tirar o mandato do prefeito reeleito Eleomil Fuzeti (então no PR), por suposto abuso da máquina administrativa na campanha eleitoral. Em seguida, Fuzeti obteve liminar na Justiça Eleitoral e voltou ao cargo. Pouco tempo depois, Canelo derrubou a liminar e assumiu a Prefeitura.

Neste mandato, Canelo foi afastado pela Justiça Eleitoral pelo mesmo motivo e seu adversário Edmilson Stencil assumiu. No entanto, Canelo obteve liminar e retomou a função dez dias depois. No final do ano passado, ele acabou cassado e assumiu o presidente da Câmara, André Pereira (PT). Este ficou por dez dias e teve de entregar o cargo dia 1º de janeiro para o novo presidente da Câmara, Osni Franco (PT).