Política

Dilma se reúne com líderes mundiais em seu 1º dia de trabalho

Da Redação ·
 Presidente Dilma Rousseff durante encontro com o Príncipe Felipe de Astúrias no Palácio do Planalto
fonte: Divulgação/Presidência
Presidente Dilma Rousseff durante encontro com o Príncipe Felipe de Astúrias no Palácio do Planalto

A presidente Dilma Rousseff encerrou o seu primeiro dia de trabalho no cargo neste domingo (2) por volta das 14h30 após uma série de encontros com lideranças estrangeiras. Pela manhã, o primeiro a ser recebido por Dilma no Palácio do Planalto foi o príncipe Felipe de Astúrias, herdeiro da Coroa espanhola.

continua após publicidade

Antes disso, às 9h, a presidente teria um encontro com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, mas ele retornou ao seu país no sábado (1º) à noite, após a cerimônia de posse.

continua após publicidade

Durante os encontros, Dilma recebeu ainda uma carta do rei da Espanha, Juan Carlos, e um convite do presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, para visitar Ramallah, no território palestino. Com o presidente uruguaio, José Mujica, Dilma manteve a agenda de encontro entre os países do governo Lula, com reuniões a cada três meses.

continua após publicidade

Com o vice-presidente de Cuba, José Ramón Machado Ventura, a presidente Dilma firmou o compromisso de intensificar as ações para a não proliferação da cólera no Haiti. Com o ex-primeiro-ministro do Japão Taro Aso Dilma conversou sobre a relação bilateral e sobre o trem de alta velocidade.

Outro a se encontrar com Dilma hoje pela manhã, o primeiro ministro de Portugal, José Sócrates, saiu da reunião dizendo que Portugal irá apoiar o Brasil a conquistar espaço na ONU (Organização das Nações Unidas).

continua após publicidade

Uma das prioridades da política externa do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em seus oito anos de mandato foi conquistar um assento permanente no Conselho de Segurança da ONU.