Política

Diplomado, Richa garante austeridade

Da Redação ·
 A presidente do TRE, Regina Portes, o governador eleito, Beto Richa, e o vice Flávio Arns: diplomados e com contas aprovadas
fonte: foto: Franklin de Freitas
A presidente do TRE, Regina Portes, o governador eleito, Beto Richa, e o vice Flávio Arns: diplomados e com contas aprovadas

O governador eleito do Paraná, Beto Richa, foi diplomado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Paraná nesta sexta-feira (17), em cerimônia em que também receberam diplomas da Justiça Eleitoral o vice-governador eleito, Flávio Arns, dois senadores e seus suplentes, 30 deputados federais e 54 deputados estaduais e cinco suplentes de cada coligação de partidos.
“Agiremos com austeridade e rigor absoluto na aplicação dos recursos públicos, melhorando o gasto público, fazendo mais e melhor gastando menos”, afirmou Richa ao receber o recebeu o diploma de Governador do Estado da desembargadora Regina Helena Afonso de Oliveira Portes, presidente do TRE-PR.

continua após publicidade


Richa reafirmou que pretende reduzir os gastos públicos e ampliar o investimento em saúde, educação e segurança pública. Ele destacou que
seus secretários vão assinar contratos de gestão, com metas claras e objetivas para todas as áreas do governo.


“Vamos atuar de forma democrática e transparente, para fazer, junto com os paranaenses, um governo que marcará época no Paraná”, afirmou Richa.


Contrato de Gestão e corte no custeio, medidas do novo governo

Uma das primeiras medidas administrativas que será adotada pelo governador Beto Richa será a determinação de um corte nas despesas de custeio administrativo do Estado. A meta inicial é reduzir em 15% os gastos, o que pode gerar uma economia de pelo menos R$ 480 milhões em um ano. As medidas não afetarão investimentos nem os serviços prestados em áreas essenciais, como saúde, educação e segurança pública.
O corte de custeio administrativo foi adotado na Prefeitura de Curitiba, durante a gestão Beto Richa, no período mais crítico da crise financeira internacional, em 2008 e 2009.


 

continua após publicidade

ENTREVISTA - Antes de receber o diploma, Beto Richa concedeu entrevista coletiva e manteve os pés no chão. Não prometeu obras mirabolantes, mas sim cuidar das finanças do estado nos primeiros meses do governo. "Vamos recolocar a casa em ordem, reestruturar o estado e buscar equilibrar as finanças", disse.

Durante o processo de transição de governo, a equipe tucana destacou um rombo de R$ 1,5 bi nas contas públicas.

continua após publicidade

Beto Richa garantiu qeu vai cumprir as promessas de governo. "Vamos atender as reivindicações da população, cumprindo os compromissos de campanha", ressaltou.

Fonte: Bonde e  rádio Banda B