Política

Beto Richa anuncia mais cinco secretários de estado

Da Redação ·
    Beto Richa anunciou os novos nomes para as secretarias ontem
fonte: Divulgação
Beto Richa anunciou os novos nomes para as secretarias ontem

O governador eleito do Paraná, Beto Richa, anunciou ontemo nome de cinco novos integrantes de sua equipe de governo. O deputado federal Cezar Silvestri, de Guarapuava, será o secretário de Estado de Desenvolvimento Urbano; o empresário Edson Casagrande, de Pato Branco, ocupará a Secretaria Especial para Assuntos Estratégicos, que vai estruturar a Agência de Desenvolvimento do Paraná; o deputado estadual Luiz Claudio Romanelli, de Londrina, será o novo Secretário de Estado do Trabalho; o deputado estadual Wilson Quinteiro assumirá a Secretaria Especial de Relações com a Comunidade; e o vereador Mario Celso Cunha assume a Secretaria Especial para Assuntos da Copa do Mundo.
 

continua após publicidade

“A composição da equipe de governo traduz as várias forças políticas que se aglutinam em torno de nosso plano de governo. Além disso, é fundamental que o novo governo tenha representatividade social e política de todas as regiões do Paraná”, disse Beto Richa.
O deputado estadual Luiz Claudio Romanelli (PMDB) já começou a projetar a a sua atuação como secretário do Trabalho do governo Beto Richa (PSDB). “Vai ser um grande desafio. Quero trabalhar principalmente na criação de oportunidades para a economia formal, informal e solidária”, disse o novo secretário, que terá R$ 122 milhões à disposição no orçamento.
 

Para ele, o estado do Paraná ainda é muito desigual economicamente e que a criatividade e o bom relacionamento dele com os sindicatos deve ajudar no desenvolvimento do estado. “Essa pasta era tratada como patinho feio pelo governo. É uma área que depende de muito de parcerias e convênios”. Segundo Romanelli, a secretaria tem tudo para evoluir, pois ele já conversou com deputados federais, como Alex Canziani (PTB) e André Vargas (PT), que garantiram uma porta aberta para parcerias com o governo de Dilma Rousseff (PT).
 

continua após publicidade

Sobre a entrada efetiva do PMDB no governo do PSDB, Romanelli afirmou que não há nada de novidade nisso. “Todos sabem que eu apoiei o Beto Richa na campanha, pois acredito na sua perspectiva de gestão dos próximos quatro anos”. Opinião semelhante tem o presidente estadual do PSDB e futuro presidente da Assembleia Legislativa, Valdir Rossoni. “Não é estranho o nome do Romanelli, pois ele fez campanha para o Beto e tem a nossa confiança”, disse.
 

O presidente estadual do PMDB, Waldyr Puglieisi, concorda com os colegas deputados e lembra que a pasta do Trabalho já foi ocupada por um tucano do bico vermelho. “Ele assume uma secretaria que estava o Nelson Garcia, um deputado do PSDB, mas que fazia parte da base do governo Requião”, explica, mesmo discordando da posição de fazer parte da situação.
 

O vereador Mario Celso foi convidado no início da manhã pelo governador eleito para comandar a pasta da Copa e no fim da tarde divulgou que aceitou o cargo. Ele disse que se sente preparado para o cargo. “Me sinto lisonjeado com o convite”, disse ele, que é o atual presidente da Comissão da Copa do Mundo da Câmara Municipal. Caberá a Mario Celso coordenar as ações do governo para receber os jogos da Copa em Curitiba. No início da noite, pelo Twitter, Mario Celso lembrava que todos os integrantes da chapa do então candiudato ao Senado Ricardo Barros estão no secretariado. “Barros na pasta da Indústria e Comércio. José Richa Filho para a de Transportes e eu agora na Copa”, disse ele.

continua após publicidade

O orçamento das principais secretarias

Assembleia Legislativa R$ 315.939.560
Tribunal de Contas R$ 194.810.370
Tribunal de Justiça R$ 1.257.517.440
Defensoria Pública R$ 28.041.320
Ministério Público R$ 468.439.080
Chefia do Poder Executivo R$ 2.514.577.870
Secretaria de Administração e Previdência R$ 3.027.297.380
Administração Geral do Estado R$ 6.398.973.270
Secretaria de Segurança Pública R$ 1.841.650.540
Secretaria da Educação R$ 4.026.023.310
Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior R$ 1.381.650.530
Secretaria da Saúde R$ 2.565.828.500