Política

Câmara de Apucarana presta contas de setembro e outubro

Da Redação ·
O presidente da Câmara, Mauro Bertoli, explicou que as contas de setembro não foram apresentadas em outubro devido à questão eleitoral
fonte:
O presidente da Câmara, Mauro Bertoli, explicou que as contas de setembro não foram apresentadas em outubro devido à questão eleitoral

O presidente da Câmara de Apucarana, Mauro Bertoli (PTB), realizou na manhã desta terça-feira (09) a prestação de contas dos meses de setembro e outubro. Pelos números, a Câmara fechou o mês de outubro com um saldo economizado ao longo do ano da ordem de R$ 649.218,21. Neste mês, foram repassados de duodécimo R$ 370.853,39, com uma despesa que somou R$ 277.120,59. Os maiores gastos foram com a folha de pagamento dos servidores, da ordem de R$ 78.518,39, e dos subsídios de vereadores, que somaram R$ 42.938,13. Os gastos com serviços de terceiros vêm em seguida, totalizando R$ 50.292,59, mas também foram recolhidos R$ 13.194,55 de INSS e R$ 20.184,30 de IRRF. Gastos com luz, água, telefone e Internet somam R$ 18.415,34.

continua após publicidade


Bertoli explicou que as contas de setembro não foram apresentadas em outubro devido à questão eleitoral. “Como eu era candidato a deputado federal, algumas pessoas poderiam dizer que eu estava usando a prestação de contas para promoção pessoal”, informou Bertoli. Naquele mês, houve um repasse da ordem de R$ 370.583,39, contra uma saída de recursos de R$ 314.224,72. Entre outras despesas, o relatório apresenta os gastos com a folha dos servidores, que somaram R$ 79.447,11, enquanto os subsídios dos vereadores custaram R$ 43.098,54. Serviços de terceiros absorveram recursos da ordem de R$ 45.714,68, enquanto telefone, água, luz e internet custaram R$ 18.838,75. No mesmo mês, foram recolhidos R$ 52.430,68 de INSS e retidos na Prefeitura R$ 20.192,30 de IRRF.

continua após publicidade

A prestação de contas também apresentou o número de sessões ordinárias e extraordinárias no período, bem como os projetos de lei e outras matérias votadas e aprovadas.

Em setembro, 2.042 pessoas passaram pela Câmara. Também foram expedidas 230 carteiras de trabalho, graças a uma parceria entre o Legislativo municipal e o Ministério do Trabalho. Em outubro, 1.938 pessoas passaram pela Câmara, elevando o acumulado do ano para 21.933 pessoas. Foram expedidas mais 195 carteiras de trabalho, sendo que o acumulado do ano é de 3.124 carteiras. O serviço 0800, para contato gratuito com o Legislativo, recebeu 8 ligações, sendo que o acumulado desde março, quando o serviço foi implantado, é de 94 ligações. O site da Câmara recebeu em outubro 2.594 visitas, segundo relatório disponibilizado pelo Google, sendo que o acumulado desde janeiro é de 26.289 visitas. O Twitter da Câmara tem 225 seguidores.