Política

Ciro Gomes: Marina deverá se declarar neutra no 2º turno

Da Redação ·
O deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) afirmou hoje que, pelo que conhece pessoalmente da senadora Marina Silva (PV-AC), ela não deverá declarar apoio a nenhum dos dois candidatos
fonte: Arquivo
O deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) afirmou hoje que, pelo que conhece pessoalmente da senadora Marina Silva (PV-AC), ela não deverá declarar apoio a nenhum dos dois candidatos

O deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) afirmou hoje que, pelo que conhece pessoalmente da senadora Marina Silva (PV-AC), ela não deverá declarar apoio a nenhum dos dois candidatos no segundo turno das eleições presidenciais.

continua após publicidade

"Meu palpite é que ela vai se afirmar neutra e o PV vai ser cooptado pelo Serra (José Serra, do PSDB) porque a burocracia do PV já é controlada pelo Serra há algum tempo", disse Ciro, ao sair do Palácio da Alvorada, onde participou de reunião do presidente Luiz Inácio Lula da Silva com governadores e senadores aliados que foram eleitos. Ciro acompanhava o irmão Cid Gomes (PSB), que foi reeleito governador do Ceará.

continua após publicidade

Ciro, entretanto, afirmou que o contato pessoal com Marina será feito nos bastidores, mas que um outro aspecto da campanha no segundo turno é "o diálogo com esse brasileiro maravilhoso, que votou em mim e que votou agora na Marina". O deputado afirmou que o eleitor que votou nele, em 2002, e agora em Marina é de classe média e está zangado com "frouxidões morais de aqui e ali" e com a "simplificação grosseira que a política de São Paulo quer impor ao País de que há apenas o PSDB e o PT".

Ciro, que defenderá a candidatura de Dilma, disse que Serra "é do mal" e que o segundo turno será positivo para o Brasil porque a petista terá chances de mostrar que "é mais honesta, mais trabalhadora e representa um projeto bom para o País".