Política

São Paulo: Alckmin vota e provoca tumulto

Da Redação ·
 Candidato do PSDB ao governo de SP, Geraldo Alckmin, chega para votar em escola da capital
fonte: Filipe Araújo/AE
Candidato do PSDB ao governo de SP, Geraldo Alckmin, chega para votar em escola da capital

O candidato tucano ao governo de São Paulo provocou cerca de 30 minutos de empurra-empurra no local onde vota, o colégio Santo Américo, zona sul da capital paulista, na manhã deste domingo (3). Rodeado de assessores, aliados políticos, parentes, curiosos e jornalistas, Alckmin foi motivo de queixas e brincadeiras de eleitores que aguardavam nas filas o momento de votar.

continua após publicidade
continua após publicidade

Logo ao chegar, os cabos eleitorais pediam aplausos para o candidato, que foi ao colégio com uma vã acompanhado de diversos aliados – entre eles o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, do candidato ao senado Aloysio Nunes e do atual governador do Estado Alberto Goldman.

continua após publicidade

Alckmin votou na seção 49 do colégio. No caminho, um eleitor pedia um pouco de calma das dezenas de pessoas que seguiam o candidato em um corredor onde mal passam três adultos ombro a ombro.

continua após publicidade

- Cuidado para não esmagar os pobres eleitores.

continua após publicidade

O candidato e ex-governador levou cerca de um minuto para votar e saiu da cabine com os polegares levantados. Depois, ele entrou em outras seções para abanar para os mesários. Na subida da escada, uma jovem de cerca de 20 anos se queixava do tumulto a uma mulher de mais ou menos 40 anos.

continua após publicidade

- É um absurdo colocar político para votar em colégio. Olha a confusão.
A mulher respondeu com bom humor.
- Deixa eu assumir que eu vou mudar tudo isso.

continua após publicidade

O candidato deu uma pausa nos abraços e beijos distribuídos aos populares – o candidato demonstrou um apreço especial pelas crianças – para dar uma entrevista coletiva. Protocolar, Alckmin evitou comentar expectativas dos resultados.

- Hoje é um dia de humildade. Vamos esperar o que dizem as urnas.

Questionado sobre a candidatura de José Serra à Presidência, Alckmin respondeu que o tucano “este crescendo” e reforçou estar confiante em um segundo turno.

A visita de Alckmin ao colégio durou cerca de 40 minutos. Com a sua chegada, Alckmin tirou os holofotes do concorrente Celso Russomanno (PP), que esteve pouco antes que o tucano no santo Américo. O progressista votou em uma seção eleitoral vizinha a do tucano.