Política

Beto Richa e Dias trocam acusações em debate no Paraná

Da Redação ·
Tudo o que falaram Beto Richa e Osmar Dias já tinha sido explorado em outros debates e em programas de televisão
fonte: Arquivo
Tudo o que falaram Beto Richa e Osmar Dias já tinha sido explorado em outros debates e em programas de televisão

Líderes das pesquisas, que apontam para um empate técnico, os candidatos ao governo do Paraná Beto Richa (PSDB) e Osmar Dias (PDT) não perderam nenhuma oportunidade durante debate realizado na noite de ontem (28) na Rede Paranaense de Comunicação (RPC), afiliada da Rede Globo, para se atacarem mutuamente. Mesmo quando respondiam perguntas de outros candidatos, as indiretas eram constantes, mas não apareceu nenhuma denúncia nova.

continua após publicidade

Tudo o que falaram já tinha sido explorado em outros debates e em programas de televisão Entre os outros candidatos, Paulo Salamuni (PV) procurou destacar o nome da candidata à Presidência Marina Silva, de seu partido. Já Luiz Felipe Bergmann (PSOL) tentou mostrar que sua proposta socialista era a única que diferenciava, ressaltando que os outros três candidatos representavam o mesmo programa político.

continua após publicidade

Dias citou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e sua candidata à Presidência Dilma Rousseff, enquanto Richa ignorou José Serra, candidato à Presidência de seu partido. Entre as acusações mais contundentes feitas por Richa está o fato de Dias ter apresentado no Senado projeto para acabar com a multa de 40% do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). "Ele é uma usina de projeto contra o trabalhador", afirmou Richa. Dias retrucou dizendo que o fez em razão do grande desemprego, mas que, posteriormente, foi alertado pelas centrais sindicais que seria prejudicial e o retirou de pauta. "Está mal informado", disse.