Política

Em Israel, Maia e nove deputados visitam Museu do Holocausto

Da Redação ·
Em Israel, Maia e nove deputados visitam Museu do Holocausto - Foto: Foto - Miri Shimonivich/Folha de SP/UOL
Em Israel, Maia e nove deputados visitam Museu do Holocausto - Foto: Foto - Miri Shimonivich/Folha de SP/UOL

MIRIAM SANGER

continua após publicidade

JERUSALÉM (FOLHAPRESS) - No primeiro dia de visita a Israel neste domingo (29), o presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia e uma comitiva formada por nove deputados federais visitaram o Museu do Holocausto e em seguida almoçaram com o embaixador brasileiro, Paulo César Meira de Vasconcellos. À tarde, eles se reuniram com representantes de quatro empresas israelenses da área de segurança pública.

Não foi permitida a participação da imprensa em nenhum dos eventos. Rodrigo Maia vem acompanhado de sua esposa e dos deputados federais Baleia Rossi (PMDB-SP), Marcos Montes (PSD-MG), José Rocha (PR-BA), Alexandre Baldy (PODE-GO), Benito Gama (PTB-BA), Cleber Verde (PRB-MA), Heráclito Fortes (PSB-PI), Orlando Silva (PCdoB-SP) e Rubens Bueno (PPS-PR). É a primeira vez que um oficial de alto escalão do governo brasileiro visita Israel desde o estremecimento diplomático entre os dois países ocorrido em 2015, após a recusa da indicação do nome de Dani Dayan para o cargo de embaixador israelense no Brasil pelo governo Dilma.

continua após publicidade

A visita é em resposta ao convite oficial feito no início do mês pelo presidente do Parlamento israelense, Yuli Edelstein. Esse seria o primeiro resultado da reunião entre Binyamin Netanyahu e o presidente Michel Temer, que aconteceu em setembro durante a Assembleia-Geral da ONU, em Nova York.

Nesta segunda (30), a agenda de Rodrigo Maia prevê reuniões no parlamento (Knesset) com o presidente da casa, Yuli Edelstein, e com o ministro de Segurança Pública, Gilad Erdan. Até a publicação deste texto, não havia sido confirmado o encontro previsto com o primeiro-ministro de Israel, Binyamin Netanyahu.

A partir de terça (31), a agenda está concentrada em visitas à Cisjordânia. A comitiva viajará a Belém, onde visitará a Igreja da Natividade. Está prevista uma reunião com a prefeita da cidade, Vera Baboun.

continua após publicidade

No dia seguinte (1), o grupo irá a Ramala para se encontrar com o Secretário-geral do Conselho Legislativo Palestino, Ibrahim Khrishi, e o Presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas.

Rodrigo Maia e a comitiva seguem viagem para a Itália no final da tarde de quarta (1º).

Os nove dias de viagem dos deputados serão bancados pelos cofres públicos.

continua após publicidade

Além do custo aéreo da FAB (Força Aérea Brasileira), ao todo, cada deputado receberá US$ 2.750 (R$ 8.921), para despesas com hospedagem, transporte local e alimentação. Só as diárias, somadas, custarão quase R$ 90 mil aos cofres públicos.

No sábado (28), a assessoria do presidente da Câmara afirmou que ele decidiu abrir mão do recebimento das suas diárias.