Mais lidas

    Política

    Política

    Beto Richa diz que irá lutar pelo Estado do Paraná

     Após o discurso, Beto Richa foi aplaudido pelo auditório lotada da Associação Comercial do Paraná
    Foto por Divulgação
    Escrito por Da redação
    Publicado em 14.09.2010, 14:17:00 Editado em 27.04.2020, 20:57:32
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    "Vou entrar pela porta da frente e, de cabeça erguida, cobrar o que o Paraná tem direito. Nosso Estado manda R$ 21,6 bilhões em divisas para o Governo Federal e recebe de volta apenas R$ 4,6 bilhões. Temos que cobrar esta conta". Com esta afirmação Beto Richa foi aplaudido pelo auditório lotada da Associação Comercial do Paraná (ACP), em encontro na noite de segunda-feira (13), em Curitiba.

     


    Foi uma resposta à pergunta sobre como será a relação do Governo do Estado com o Governo Federal nos próximos quatro anos. "A ACP trouxe para cá um candidato de altíssimo nível, o que nos faz deduzir que é um candidato preparado para governar o Paraná, um candidato com conteúdo, história e que já demonstrou, na nossa cidade, que fez uma administração profícua e eficaz. Uma pessoa que tem muito potencial para ter uma carreira política brilhante", afirmou Edson Ramon, presidente da ACP.

     


    "Lanço aqui um desafio. Na Prefeitura de Curitiba, fui oposição ao Governo Federal nos últimos quatro anos e o Governo do Estado era situação. Proporcionalmente, penso que atraímos mais recursos do Governo Federal do que o Governo do Estado nos últimos quatro anos", observou Beto Richa, destacando as parcerias estabelecidas entre a Prefeitura de Curitiba e o Governo Federal nas áreas de habitação, segurança alimentar e saúde.

     


    "Isso porque formamos uma equipe de profissionais na Prefeitura de Curitiba e apresentamos projetos consistentes para ficar habilitados a receber os recursos federais. Em nenhum momento, o Governo Federal bateu à minha porta oferecendo recursos a fundo perdido", observou Beto. Além disso, Beto considerou que é preciso promover uma aproximação e articulação junto á bancada federal para buscar mais recursos federais.

     


    "Nos últimos oito anos, o governador se reuniu apenas uma vez com a bancada federal. Estarei constantemente reunido com a bancada federal para buscar recursos federais para o Paraná. Vamos ter que trabalhar juntos e muito para recuperar o tempo perdido", afirmou Beto.

     


    Presente no encontro, o presidente do Movimento Pró-Paraná, o empresário Jonel Chede, disse que, nos últimos oito anos, o Paraná foi rebaixado. "Muito pouco foi realizado, especialmente os pleitos que dependem de Brasília", afirmou Chede, lembrando que, em 2002, a ACP apresentou uma série de demandas aos candidatos a governador. "O que aconteceu? Há oito anos estamos esperando", completou. "Precisamos tirar o Paraná da zona do rebaixamento", concluiu o ex-presidente da ACP, Marcos Domakoski.
    Também participaram do encontro o presidente do Instituto de Engenharia do Paraná (IEP), Jaime Sunye Neto; o presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná (Faciap) Ardisson Naim Akel; e o deputado federal Luiz Carlos Haully (PSDB).

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Política

    Deixe seu comentário sobre: "Beto Richa diz que irá lutar pelo Estado do Paraná"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.