Política

Testemunhas reforçam hipótese de crime político

Da Redação ·

Testemunhas do assassinato do prefeito Alto Paraíso de Goiás, Divaldo William Rinco (PSDB), ocorrido ontem à noite, contaram à Polícia Civil de Goiás que o autor dos quatro disparos é Ari Garcez Mendonça, filho de um vereador. A informação indica que a motivação do crime foi uma antiga rixa política. Rinco, que estava em seu terceiro mandato, foi morto na porta de um bar da cidade.

continua após publicidade

O corpo do prefeito ainda não havia sido liberado pelo Instituto Médico Legal (IML) do município vizinho de Formosa até o início da tarde de hoje. O suspeito está sendo procurado pela corporação. Alto Paraíso de Goiás, distante 418 quilômetros de Goiânia, é conhecido pelas belezas do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Rinco também exerceu o mandato de prefeito entre 1993-1996 e 2001-2004.

continua após publicidade