Política

Dilma abre 17 pontos de diferença sobre Serra e venceria no 1º turno

Da Redação ·

A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, ampliou para 17 pontos a vantagem sobre o adversário José Serra (PSDB), e seria eleita no primeiro turno se a eleição fosse hoje, aponta pesquisa Datafolha divulgada na madrugada deste sábado (21).

continua após publicidade

O levantamento mostra a petista com 47% das intenções de voto, contra 30% de Serra. Marina Silva (PV) aparece isolada na terceira colocação, com 9% da preferência do eleitorado. Os demais candidatos não obtiveram 1% das intenções de voto.

Os votos brancos e nulos somam 4% do total. Outros 8% disseram que ainda não sabem em quem vão votar. A margem de erro é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos.

continua após publicidade

Considerando apenas os votos válidos - quando os brancos e nulos são descartados -, Dilma tem hoje 54%, quatro pontos a mais do que o necessário para levar a eleição no primeiro turno. A pesquisa revela que a petista cresceu ou oscilou positivamente em todas as classes, com exceção dos eleitores de maior renda, com ganhos acima de dez salários mínimos.

Essa é a primeira pesquisa desde o início da propaganda eleitoral de rádio e TV. O levantamento aponta que 34% das 2.727 pessoas entrevistadas viram o horário eleitoral alguma vez. Destas, 53% votariam em Dilma e 29% em Serra.

No levantamento anterior do Datafolha, divulgado na última sexta-feira (13), Dilma tinha 41% das intenções de voto, Serra foi mencionado por 33% dos entrevistados, e Marina registrou 10% das citações. A vantagem que antes era de oito pontos saltou para 17.

A pesquisa, encomendada pelo jornal Folha de S.Paulo e realizada nesta sexta-feira (20), está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número 24460/2010.