Política

Marina critica 'favela artificial' em propaganda do PSDB

Da Redação ·

A candidata do PV à Presidência da República, Marina Silva, criticou hoje, em debate promovido na capital paulista pelo jornal "Folha de S.Paulo" e pelo portal UOL, o presidenciável tucano, José Serra, sobre o uso de uma favela cenográfica na propaganda eleitoral gratuita.

continua após publicidade

Em uma pergunta sobre moradia para a população que vive em favelas, a candidata lembrou que visitou habitações pobres em Pernambuco e em São Paulo e recomendou a Serra que utilize favelas reais em seu programa. "Ontem, no seu programa, tinha uma favela virtual, quando temos favelas do mundo real", alfinetou.

continua após publicidade

Serra aproveitou para criticar o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e disse que o programa da candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, "não fez nada". "Tenho uma experiência que quero levar para todo o País", afirmou.

continua após publicidade

O tucano admitiu que a questão da moradia é um problema a ser resolvido e afirmou que em São Paulo "se avançou muito". Ele recomendou que Marina visitasse favelas como Paraisópolis e Heliópolis, onde o governo do Estado tem projetos de urbanização. "Vale a pena visitar."

Serra ainda corrigiu Marina sobre a permanência do PSDB no governo paulista: "Foram 16 anos de PSDB. Mas agora serão 20", afirmou, referindo-se à liderança folgada do candidato do PSDB ao governo de São Paulo, Geraldo Alckmin, na corrida ao Palácio dos Bandeirantes, de acordo com as últimas pesquisas.