Política

Puccinelli utiliza show em escola para divulgar campanha

Da Redação ·

Crianças e adolescentes especiais foram usados como isca para um ato político-partidário da coligação "Amor, Trabalho e Fé", liderada pelo governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB), candidato à reeleição.

continua após publicidade

Pais e mães dos alunos da Sociedade Educacional Juliano Varela receberam convites para assistir a uma apresentação da banda musical, composta pelos alunos da entidade, e encontraram o salão de festas coberto por cartazes de candidatos da coligação.

continua após publicidade

Decepcionados, eles protestaram logo na entrada do local, onde cabos eleitorais distribuíram "bottons" para serem colados nas camisas e adesivos dos candidatos Puccinelli e Murilo Zauith, para governador e senador da República, respectivamente. Um grupo de mães denunciou a ocorrência ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MS), e o analista técnico judiciário do órgão, Ademar de Paula, registrou a denúncia para "posteriores providências".

continua após publicidade

A presidente da entidade, Maria Lúcia Nogueira Fernandes, tentou explicar a situação afirmando que "nós preparamos alguns slides com fotos de nossas obras, e organizamos uma reunião política, mas não vejo nada de errado nisso". Ela teria dito ao representante do TRE-MS que a instituição de ensino especial é mantida com dinheiro do Estado e do município.

Kelly Cristina da Costa, mãe de um aluno da escola, afirmou que foi "desagradavelmente surpreendida". "Ninguém me falou que era uma reunião para campanha política", completou. A assessoria da coligação explicou que tanto o governador quanto o seu ex vice-governador, Murilo Zauith, compareceram ao evento como pessoas comuns e não fizeram discursos políticos.