Política

Dilma ironiza declaração de Serra sobre reforma agrária

Da Redação ·

Na segunda vez em que se encontrou com eleitores do Distrito Federal, a candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, minimizou as declarações de seu adversário do PSDB, José Serra, sobre a situação precária da reforma agrária no País, alegando que ele não conhece do assunto. "Existe uma diferença entre quem faz e quem fala", ironizou. "Essa é uma discussão que eu não vou fazer com meu adversário, farei, sim, com os agricultores do País e com os assentados porque eles sabem que nós fizemos uma política pró-agricultor".

continua após publicidade

A candidata esteve, nesta manhã, na feira de pequenos produtores, no núcleo rural de Vicente Pires (DF). Ali foi recebida por candidatos das coligações aliadas ao PT e pelo candidato do partido ao governo, Agnelo Queiroz, que luta para superar os 8 pontos de vantagem do ex-governador Joaquim Roriz (PSC), enquadrado na Lei da Ficha Limpa. Dilma reconheceu que a sua situação no DF é tranquila, porque não terá de se dividir entre 2 palanques, como ocorre na Bahia. "Eu considero que aqui nós temos uma chapa", constatou.

continua após publicidade

Integrante do diretório regional do PT, o candidato a deputado distrital, Chico Vigilante acredita que a campanha do partido vai crescer nos próximos dias, com a ajuda da mulher do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo ele, a exemplo do que fez na campanha de Lula, em 2006, a primeira-dama, Marisa Letícia, se ofereceu para conversar com eleitores em favor da campanha do PT, liberando a candidata a presidente para ir a outros Estados. "Ela (Marisa) é muito querida por aqui e está disposta a ir sozinha conversar com os eleitores, sem a Dilma", informou. Chico acredita que o esquema começará ainda este mês.

Dilma Rousseff chegou à feira acompanhada do ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, e dos candidato às vagas no Senado, Rodrigo Rollemberg (PSB) e Cristovam Buarque (PDT). Ela falou das medidas adotadas pelo governo Lula para distribuir renda na área rural e do seu projeto de criar na Caixa Econômica Federal (CEF) uma diretoria para financiar moradias no campo. A candidata caminhou rapidamente entre as barracas dos feirantes, cercada por seguranças, mas o empurra-empurra reduziu seu "passeio" a cerca de 10 minutos. Dali, ela foi para casa, onde passou o resto do domingo.