Política

Serra propõe um milhão de vagas para treinar desempregados

Da Redação ·
Candidato do PSDB à Presidência, José Serra
fonte: Google Imagens
Candidato do PSDB à Presidência, José Serra

O candidato do PSDB à Presidência, José Serra, aumentou sua proposta de vagas para o ensino técnico nesta segunda-feira (9), ao responder uma pergunta sobre a “angústia” de desempregados em evento da Associação Comercial de São Paulo e outras entidades ligados ao setor empresarial.

continua após publicidade

O tucano, que já havia prometido um milhão de vagas em escolas públicas do ensino técnico ao longo de sua campanha, disse que, caso eleito, vai abrir mais um milhão de vagas para requalificar pessoas que estão sem emprego.

- Treinamento para os desempregados, ou até para quem está mal empregado. Ai entra as pessoas com mais de 40 anos. Mesmo que não resolva, eleva a autoestima. Temos que fazer isso massivamente. Estimo que tenhamos um milhão de vagas [no ensino técnico] e um milhão para requalificar. Dois milhões de vagas.

continua após publicidade

O tucano ainda defende que os alunos de ensino técnico recebam uma bolsa, chamada pela campanha tucana de ProTec, que funcionaria nos moldes do ProUni.

-Você dá uma bolsa para o aluno entrar em um curso técnico. São três linhas de ação.

Ampliado em São Paulo por meio das Fatecs (Faculdade de Tecnologia), o ensino técnico profissionalizante tem sido uma das principais bandeiras de campanha de Serra para chegar ao Palácio do Planalto.