Política

Senadora rejeita financiamento empresarial de campanhas e 'golpismo' contra Dilma

Da Redação ·
Senadora rejeita financiamento empresarial de campanhas e 'golpismo' contra Dilma - Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado
Senadora rejeita financiamento empresarial de campanhas e 'golpismo' contra Dilma - Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

A senadora Fátima Bezerra (PT-RN) lamentou nesta quarta-feira (9) a rejeição, pela Câmara dos Deputados, do destaque ao projeto de minirreforma eleitoral que proibia o financiamento de pessoas jurídicas a partidos e campanhas. Ela cobrou esforço do Senado para manter coerência em seu posicionamento contra as doações eleitorais de empresas rejeitando o item da proposta de emenda à Constituição (PEC 113/2015) que permite essa prática.

Fátima Bezerra salientou que o movimento contra o financiamento empresarial a partidos e campanhas é de caráter suprapartidário e conta com o apoio de entidades da sociedade civil. Ela chamou atenção para os casos de corrupção associados a doações a candidatos e avaliou que a reforma no financiamento de campanhas constitui defesa da democracia e da pluralidade no Parlamento.

A senadora ainda classificou os movimentos contra a presidente Dilma Rousseff como “golpistas”. - Não vamos assistir de camarote ou nos omitiremos diante de qualquer iniciativa de golpe dos setores conservadores. Não abriremos mão de defender a legalidade e o mandato da presidente Dilma – concluiu.

continua após publicidade