Política

​Dilma deve reunir ministros no domingo para discutir concessões

Da Redação ·
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A presidente Dilma Rousseff deverá se reunir no próximo domingo (7) no Palácio da Alvorada, residência oficial, com ministros da equipe econômica, da área de infraestrutura e da coordenação política para definir os últimos detalhes do Plano de Concessões em Infraestrutura e Logística. O pacote de concessões à iniciativa privada será lançado na próxima terça (9), durante cerimônia no Palácio do Planalto.

continua após publicidade

O plano tem sido anunciado pela presidente desde o início do ano como forma de aumentar os investimentos nas áreas de infraestrutura e logística, com concessões em aeroportos, portos e rodovias. Proposto pelo governo também como forma de estabelecer parcerias com o setor privado, o plano faz parte da "agenda positiva", que foi iniciada na semana passada com o lançamento do Plano Agrícola e Pecuário 2015-2016.

O governo espera anunciar ainda nas próximas semanas o Plano Nacional de Exportações, o Plano Safra da Agricultura Familiar e a terceira fase o Minha Casa, Minha Vida, num contraponto à aprovação, pelo Congresso Nacional, das medidas de ajuste fiscal propostas pelo Executivo para reduzir gastos e reequilibrar as contas públicas. Nos últimos meses, Dilma tem se reunido com ministros da equipe de infraestrutura, como Edinho Araújo (Portos), Eliseu Padilha (Aeroportos) e Antônio Carlos Rodrigues (Transporte), além de Joaquim Levy (Fazenda) e Nelson Barbosa (Planejamento), da equipe econômica. Nas reuniões, têm sido definidas as concessões, valores esperados e modelos de financiamento.

continua após publicidade

Aeroportos

Conforme mostrou o G1, após meses de negociações internas, o governo decidiu que a estatal Infraero deverá ter participação máxima de 15% na administração dos aeroportos a serem concedidos na próxima semana à iniciativa privada. Inicialmente, o Planalto trabalhou para conceder os aeroportos de Salvador (BA), Florianópolis (SC) e Porto Alegre (RS). Porém, nas negociações entre os ministros, decidiu-se incluir o terminal de Fortaleza (CE). Ferrovias e hidrovias A expectativa é que as hidrovias fiquem de fora do plano de concessões a ser lançado na próxima terça. O lançamento das concessões para o setor deve ocorrer em separado. No caso das ferrovias, houve divergências no Planalto sobre se entrariam ou não no pacote e, disseram interlocutores, sob a condição de anonimato, “nada ainda está fechado” quanto à inclusão do setor no plano.