Política

Deputados aprovam projeto que altera custeio da ParanaPrevidência

Da Redação ·
Houve breve tumulto com manifestantes no começo da tarde, mas logo contido (Foto: Erick Gimenes/ G1)
Houve breve tumulto com manifestantes no começo da tarde, mas logo contido (Foto: Erick Gimenes/ G1)

A Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) aprovou nesta segunda-feira (27), em primeiro turno, o projeto de lei que promove mudanças no custeio do Regime Próprio da Previdência Social dos servidores estaduais – a ParanaPrevidência. A proposta passou com 31 votos favoráveis e 20 contrários, e deve ainda passar por segundo turno e redação final antes de voltar para sanção do Poder Executivo. Professores e outros servidores contrários à proposta acompanharam a sessão do lado de fora da Casa.

A ParanaPrevidência é composta por três fundos: o Militar, o Financeiro e o Previdenciário. O projeto propõe que 33.556 beneficiários com 73 anos ou mais sejam transferidos do Fundo Financeiro, que é arcado com pelo Tesouro estadual, para o Fundo Previdenciário, constituído a partir de contribuições dos servidores e do poder público. (Leia mais abaixo sobre proposta).

continua após publicidade

Os professores, uma das categorias atingidas pela mudança, deflagraram uma nova greve nesta segunda. A Justiça determinou o retorno às atividades, mas os profissionais alegam não ter sido notificados.

A sessão plenária que aprovou o projeto teve mais de quatro horas de duração e contou com discursos inflamados. Deputados da oposição e da situação utilizaram a tribuna para criticar e defender o projeto.

Galerias vaziasA sessão ocorreu sem presença de público. A presidência da Assembleia conseguiu na Justiça um mandado proibitório e blindou a Casa posicionando policiais em todo o entorno. Policiais da tropa de choque participaram do bloqueio e houve um princípio de tumulto com os manifestantes no início da tarde, que logo foi controlado.

Do lado de fora, professores em greve e manifestantes acompanharam a sessão através do áudio de um carro de som postado em frente ao Legislativo. Ainda antes do resultado da votação, porém, eles começaram a se dispersar, restando apenas um grupo que decidiu acampar em frente à Casa.


Fonte: G1/PR - Clique aqui e leia a matéria completa