Política

Dilma defende 'livre manifestação' e protesto sem violência

Da Redação ·
Dilma aparece no "JN" e provoca novo panelaço - Foto: Arquivo
Dilma aparece no "JN" e provoca novo panelaço - Foto: Arquivo

Neste sábado (14), a presidente Dilma Rousseff divulgou em sua página oficial no Facebook um vídeo no qual defende a "livre manifestação". A publicação acontece na véspera do protesto marcado para este domingo, a favor do impeachment de Dilma.

continua após publicidade

A presidente também publicou um texto destacando que os protestos devem ser pacíficos, sem violência. "Valorizo muito o fato de que, hoje no Brasil, as pessoas podem se manifestar livremente e não podemos aceitar qualquer tipo de violência que impeça esse direito. Sou a favor da democracia. Espero que amanhã o Brasil prove a sua maturidade democrática.  No vídeo, a presidente destaca que é de uma época em que não era possível organizar protestos nas ruas. 

“[O governo] não tem o menor interesse, o menor intuito nem tampouco o menor compromisso com qualquer processo de restrição da livre manifestação. Neste país, nós temos o direito de manifestar. O que não temos o direito é de ser violentos. Sabemos que isso não pode acontecer”, disse. "A livre manifestação é algo que o Brasil tem de defender e tem, ao mesmo tempo, de defender que ela seja de forma pacífica", complementou. Nesta sexta-feira (13), milhares de pessoas fizeram em mais de 20 estados atos a favor de Dilma e da Petrobras.