Política

​'Estamos otimistas sobre o fim da greve', diz governador Beto Richa

Da Redação ·
Entre as exigências para o fim da paralisação, estão o pagamento de benefícios atrasados e a reabertura dos turnos fechados no fim de 2014 - Foto: Divulgação
Entre as exigências para o fim da paralisação, estão o pagamento de benefícios atrasados e a reabertura dos turnos fechados no fim de 2014 - Foto: Divulgação

"Estamos otimistas sobre o fim da greve para que os alunos possam voltar logo para a sala de aula", disse o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), sobre a greve dos professores da rede estadual – que completa 17 dias nesta quarta-feira (25).

continua após publicidade

A entrevista foi concedida à RPC nesta quarta-feira (25). Richa afirmou também que o governo do estado sempre esteve aberto a diálogos e ao entendimento. Segundo o governador, muitas das reivindicações dos docentes já estavam encaminhadas há algum tempo. "Praticamente tudo já está resolvido. Agora, a negociação é para conseguir chegar a um denominador comum e encerrarmos esta greve para iniciar efetivamente o ano letivo". Quase um milhão de alunos da rede estadual estão sem aulas desde o dia 9 de fevereiro, quando o ano letivo deveria ter iniciado. Governo e trabalhadores já se reuniram duas vezes para traçar um acordo, que, apesar de avanços elencados por ambas as partes, ainda não se concretizaram.

Enquanto isso, funcionários e professores estão acampados no Centro Cívico de Curitiba, onde fica a Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) e o Palácio Iguaçu, sede do governo estadual.

continua após publicidade

Entre as exigências para o fim da paralisação, estão o pagamento de benefícios atrasados e a reabertura dos turnos fechados no fim de 2014. Os trabalhadores também são contra itens do conjunto de medidas (pacotaço) apresentado pelo governo estadual à Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) e que, após pressão de diferentes setores do funcionalismo público, foi retirado da pauta de votação. Nesta quarta-feira, cerca de 10 mil professores e servidores da educação pública do Paraná participaram de uma marcha no Centro de Curitiba.

Valorização dos servidores

Ao analisar os quatro anos de gestão, Beto Richa garantiu que a valorização dos servidores é prioridade. "No nosso governo sempre foram tratados com muito respeito, mereceram a valorização que o nosso governo garantiu. A ideia é continuar com esse mesmo tratamento. Esse é o meu estilo de administrar (...), sem a turculência do passado".

Confira matéria completa AQUI