Política

Tribunal Regional Eleitoral vai recadastrar 103 mil eleitores em Apucarana

Da Redação ·
O prefeito de Apucarana, Beto Preto (PT), acompanhado de seu vice, Junior da Femac, recebeu hoje a visita do presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Paraná, Desembargador Jucimar Novochadlo - Foto: Edson Denobi/Assessoria de imprensa
O prefeito de Apucarana, Beto Preto (PT), acompanhado de seu vice, Junior da Femac, recebeu hoje a visita do presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Paraná, Desembargador Jucimar Novochadlo - Foto: Edson Denobi/Assessoria de imprensa

O prefeito de Apucarana, Beto Preto (PT), acompanhado de seu vice, Junior da Femac, recebeu hoje a visita do presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Paraná, Desembargador Jucimar Novochadlo, para tratar da infraestrutura e apoio logístico necessário, visando a implantação do Programa de Biometria nas eleições de 2016 na Comarca de Apucarana.

O TRE-PR e a Justiça Eleitoral local querem uma parceria com a Prefeitura de Apucarana, visando realizar o recadastramento de cerca de 103 mil eleitores, no período de maio a setembro deste ano. O desembargador oficializou pedido para a liberação de estagiários ou servidores públicos municipais, para agilizar este trabalho. De sua parte, o prefeito Beto Preto, anunciou que o Município fará o que estiver ao seu alcance para colaborar neste processo.

“De imediato já solicitei ao Procurador Geral do Município, Paulo Sérgio Vital, e ao secretário de Governo, Sérgio Luiz Barroso, as providências necessárias para firmar esta parceria com o TRE”, anunciou Beto Preto. O desembargador explicou que o TSE tem a meta de recadastrar e fazer a coleta de dados biométricos de 50 milhões de eleitores no Brasil. “No Paraná esse trabalho atingirá 5% do eleitorado, cerca de 2,8 milhões de eleitores, que serão convocados pela justiça eleitoral, no período de 26 de maio até 30 de setembro, para comparecerem nos cartórios e fazer a revisão dos seus dados e a coleta das impressões digitais”, informou.


Não comparecimento irá gerar multa  

Conforme revelou Jucimar Nobochadlo, as eleições municipais de 2016 em Apucarana já será feita pelo sistema biométrico. “Isso significa que o eleitor irá comparecer na sessão eleitoral e com a sua digital vai autorizar que o presidente da mesa possa colher o seu voto”, explicou. O presidente do TRE-PR alertou que os eleitores estão sendo convocados ao recadastramento.

“Depois desse prazo de 30 de setembro o eleitor terá o seu título cancelado e ainda será ser multado”, esclareceu.       Com uma estrutura especial, em cerca de 10 a 15 minutos, a Justiça Eleitoral fará a revisão dos dados e coletará as impressões digitais de cada eleitor. “Após esse período a estrutura volta a ser normal e, a partir daí, o eleitor enfrentará filas para se regularizar”, alertou. Antes de iniciar o recadastramento, a Justiça Eleitoral, com apoio da Prefeitura de Apucarana, irá fazer uma ampla divulgação do recadastramento e implantação do sistema de biometria.

Os eleitores e as empresas poderão agendar atendimento, via internet, com dia e hora marcada. Do encontro, realizado pela manhã no gabinete municipal, o presidente do TRE esteve acompanhado de Ana Flora França e Silva, Diretora-Geral do TRE/PR; Valcir Mombach, Secretário de Planejamento, Estratégia e Gestão do TRE/PR; e Marden Lincoln Amaral Machado, Coordenador de Comunicação Social do TRE/PR.

Também participam os juízes das 28ª e 179ª Zonas Eleitorais da Comarca de Apucarana, respectivamente, Oswaldo Soares Neto e Laércio Franco, além dos chefes de cartório, Constance Beatriz Pedroso Andreotti Marques Dias e Jeane Genara Volpato.

continua após publicidade