Política

Alvaro Dias diz que sem reformas país não vai superar problemas ou voltar a crescer

Da Redação ·
Moreira Mariz/Agência Senado
Moreira Mariz/Agência Senado

Após afirmar que o apelo por mudanças aumentou em todo o país, o senador Alvaro Dias (PSDB-PR) advertiu que sem reformas o país não vai superar os problemas que enfrenta atualmente nem voltará a crescer num ritmo mais adequado.

continua após publicidade

Ele disse que a reforma administrativa é necessária para reduzir o tamanho da máquina pública e lembrou que já apresentou proposta para diminuir o tamanho e os custos do Poder Legislativo. A ideia era cortar 21% do número de deputados e reduzir de três para dois o total de senadores por estado.

Para reforçar a necessidade de redução também da carga tributária, o senador lembrou que hoje o brasileiro paga R$ 26 de impostos por dia, valor que era de apenas R$ 6 no ano 2000.  Já a carga tributária, que representava 30,4% do produto interno bruto em 2000, hoje está em 35,95%.

continua após publicidade

— Portanto, a carga tributária cresce e esmaga os setores produtivos impiedosamente — advertiu o senador.

Alvaro Dias afirmou que outro grande problema do país está nos gastos públicos. Ele disse que o grande número de cargos criados pelo governo para atender aos seus aliados aumentou as despesas e a máquina pública que, em sua opinião, está gigantesca e inoperante.

— O grande equívoco é não realizarmos as reformas.  O país depende delas para retomar o seu crescimento. Queremos, sim, que o Congresso Nacional assuma a responsabilidade das reformas — afirmou o senador.

Alvaro Dias acredita que, neste momento, o Congresso Nacional deveria criar duas CPIS: uma para investigar fundos de pensão e, outra, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.