Política

​Indicação de Kátia Abreu para Agricultura seria 'péssima', diz Contag

Da Redação ·
Nascida em Goiânia (GO), Kátia Abreu tem 52 anos e foi a primeira mulher a presidir a Comissão Nacional de Agricultura, cargo que ocupa desde 2008 - Foto: Divulgação
Nascida em Goiânia (GO), Kátia Abreu tem 52 anos e foi a primeira mulher a presidir a Comissão Nacional de Agricultura, cargo que ocupa desde 2008 - Foto: Divulgação

Após reunião com a presidente Dilma Rousseff, o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), Alberto Broch, afirmou nesta terça-feira (9) considerar “péssima” a possibilidade de a senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) ser indicada para assumir o comando do Ministério da Agricultura.

continua após publicidade

Embora tenha feito a crítica em entrevista a jornalistas, ele disse que o assunto não foi abordado no encontro com a presidente. Presidente da Confederação Nacional da Agricultura, entidade que reúne produtores rurais, Kátia Abreu teria sido convidada por Dilma para assumir a pasta na última quarta (3), mas a escolha ainda não foi confirmada oficialmente pelo Palácio do Planalto. “Nós não falamos de equipe de governo. Agora, eu acho péssimo. Não queria nunca que ela indicasse a Kátia Abreu para o ministério”, disse. Indagado se uma eventual indicação da senadora poderia abalar o diálogo do governo com trabalhadores rurais, Broch disse: “Nós vamos continuar nossa ação independente dos ministros. Mas nós temos uma relação, uma proposta para o campo, e ela defende outra proposta para o campo, o que é legítimo. E ela é presidente da CNA”, afirmou.

Nascida em Goiânia (GO), Kátia Abreu tem 52 anos e foi a primeira mulher a presidir a CNA, cargo que ocupa desde 2008. Defensora dos interesses de produtores rurais, a senadora é alvo de críticas do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), ambientalistas e indígenas.

continua após publicidade

Na semana passada, um grupo de 40 índios, vindos de Goiás e Tocantins, ocupou por duas horas o hall de entrada da Confederação Nacional da Agricultura (CNA) em protesto contra a indicação da parlamentar para a Agricultura.

Confira matéria completa AQUI