Política

Supremo manda soltar ex-diretor da Petrobras Renato Duque

Da Redação ·
Renato havia sido preso em 14 de novembro - Foto: Divulgação
Renato havia sido preso em 14 de novembro - Foto: Divulgação

O ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki mandou soltar nesta terça-feira (2) o ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque. Renato havia sido preso em 14 de novembro durante a Operação Lava Jato, da Polícia Federal. As informações são do G1.

continua após publicidade

Em decisão liminar (provisória), Zavascki revogou a prisão preventiva de Duque. No último dia 18, o juiz Sérgio Moro, da Justiça Federal no Paraná, tinha convertido em preventiva (sem prazo determinado) a prisão temporária (por cinco dias, prorrogável por mais cinco) de ex-diretor da Petrobras e mais cinco presos. O advogado Alexandre Lopes disse que em breve informará sobre o teor completo da decisão.

Na ocasião, o juiz afirmou que havia risco de fuga para o exterior. Ele argumentou que Duque mantém uma "verdadeira fortuna" em contas bancárias fora do país. "Dispondo de fortuna no exterior e mantendo-a oculta, em contas secretas, é evidente que não pretende se submeter à sanção penal no caso de condenação criminal [...]", justificou o juiz.

continua após publicidade


Confira matéria completa AQUI