Política

Difícil acreditar que cúpula da Petrobras seguia política anticorrupção, afirma ONG

Da Redação ·
Grande parte dos contratos está sob investigação da Receita Federal, do MPF - Foto: Divulgação
Grande parte dos contratos está sob investigação da Receita Federal, do MPF - Foto: Divulgação

A ONG Transparência Internacional, em pronunciamento criticou os mecanismos de combate à corrupção da Petrobras e disse que os escândalos envolvendo a estatal brasileira afetam a economia e o sistema político do país e que estão chamando a atenção de todo o mundo. As informações são do UOL.

continua após publicidade

Segundo a entidade, é difícil acreditar que as políticas anticorrupção que a estatal apresentava ao mercado tivessem apoio do alto escalão da empresa.  

A Transparência Internacional atua em mais de 100 países e, anualmente, elabora um "ranking da transparência" com as 124 maiores empresas do mundo com ações negociadas em bolsas de valores. Em 2014, a Petrobras obteve a nota 4,6 em uma escala que vai de 0 a 10 e ficou com a 31ª posição. 

continua após publicidade

O ranking avalia itens como manutenção de programas de combate à corrupção, transparência organizacional e a publicação de dados das operações das empresas em todos os países em que elas atuam. No último quesito, aliás, a Petrobras, que atua em diversos países ao redor do mundo, obteve nota zero.

Confira matéria completa AQUI