Política

Depoimento de Alberto Youssef é cancelado, afirma Polícia Federal

Da Redação ·
O doleiro é acusado de comandar um esquema bilionário de lavagem de dinheiro - Foto: Divulgação
O doleiro é acusado de comandar um esquema bilionário de lavagem de dinheiro - Foto: Divulgação

Foi cancelado o depoimento do doleiro Alberto Youssef, um dos réus no processo da Operação Lava Jato, a informação foi confirmada pela Polícia Federal nesta sexta-feira (21). Os motivos seriam "problemas de agendamento".

continua após publicidade

O doleiro é acusado de comandar um esquema bilionário de lavagem de dinheiro. Já o depoimento do lobista Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, um dos investigados na sétima fase da operação, segue confirmado.

A Lava Jato foi deflagrada em março deste ano e prendeu várias pessoas. A sétima fase da operação teve como foco executivos e funcionários de nove grandes empreiteiras que mantêm contratos com a Petrobras que somam R$ 59 bilhões. Ao todo, foram expedidos 25 mandados de prisão. Vinte e quatro pessoas foram presas. Porém, ao expirar o prazo da prisão temporária (de cinco dias, prorrogáveis por mais cinco), na última terça (18), 11 suspeitos foram liberados. Outras 13 pessoas, entre as quais Renato Duque, continuam na cadeia. Adarico Negromonte Filho está foragido.

continua após publicidade

Na quinta-feira (20), logo após o depoimento, um dos advogados de Youssef, Tracy Reinaldet, negou que o doleiro tenha extorquido dinheiro ou ameaçado executivos e funcionários de grandes empreiteiras para o pagamento de propina para a realização de contratos com a Petrobras.

De acordo com as investigações, Fernando Baiano é apontado por Youssef como operador do PMDB no esquema de corrupção que envolve a Petrobras. Na avaliação do advogado Mário de Oliveira Filho, o lobista está sendo usado como “bode expiatório” no processo da Lava Jato. Em delação, o ex-diretor de Abastecimento da estatal Paulo Roberto Costa acusou o PT, PMDB e PP de receber dinheiro oriundo de propina – os partidos negam.

Confira matéria completa AQUI