Política

Perguntem à Polícia Federal e ao MP, diz Lula sobre Lava Jato

Da Redação ·
Lula lembrou ainda as dificuldades que passou em seu primeiro mandato e da tentativa de impeachment - Foto: Divulgação
Lula lembrou ainda as dificuldades que passou em seu primeiro mandato e da tentativa de impeachment - Foto: Divulgação

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) evitou falar da operação Lava Jato, durante esta quinta-feira (20) durante evento em Foz do Iguaçu (Paraná), onde participou do encontro "Cultivando Água Boa", promovido pela Itaipu Binacional.

continua após publicidade

Ao ser questionado por jornalistas quando deixava o evento, Lula falou para imprensa procurar órgãos oficiais. "Perguntem para a Polícia Federal e para o Ministério Público."

Um esquema bilionário de lavagem e desvios de dinheiro envolvendo a Petrobras veio à tona em março deste ano, quando a PF deflagrou a operação Lava Jato. Na época, o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa e o doleiro Alberto Youssef, considerado o chefe do esquema, foram presos. Na última semana, 24 investigados foram presos, mas 11 deles já foram soltos após prestar depoimento. Um dos presos, o ex-diretor Renato Duque, teria sido indicado ao cargo pelo PT.

continua após publicidade

Em palestra proferida no encontro, o ex-presidente defendeu o governo Dilma e disse que aqueles que atacam a presidente terão uma surpresa com o segundo mandato dela. "Vão ter uma surpresa extraordinária porque ela sabe que ela tem que fazer o melhor governo desse país. Ela sabe que daqui a quatro anos vai ter que escolher qual a imagem que ela quer deixar depois de uma mulher governar esse país durante 8 anos". Para Lula, Dilma vai dar um "show" no segundo mandato dela.

Lula lembrou ainda as dificuldades que passou em seu primeiro mandato e da tentativa de impeachment. "Tentaram até falar em impeachment para mim, eu disse para eles: 'vocês querem impeachment, nós vamos disputar na rua, vamos na rua conversar com o povo'. Eles têm que aprender respeitar o resultado da democracia, a democracia ganha quem tiver mais votos, aqueles que têm mais eleitores", pontuou.

Confira matéria completa AQUI