Política

Em Petrópolis (RJ) Dilma estaria fora e Aécio disputaria com Marina Silva

Da Redação ·
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O candidato à presidência da República Aécio Neves (PSDB) abocanhou 41,12% dos votos válidos em Petrópolis, na Região Serrana do Rio, na votação deste domingo (5). Ele foi o escolhido por 69.470 dos 193.327 eleitores que compareceram às urnas. Marina Silva (PSB) recebeu 50.629 votos e ficaria em segundo, deixando Dilma Rousseff (PT), que tem a preferência nacional, fora da disputa. 

continua após publicidade

Segundo dados do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Rio de Janeiro, 50.580 pessoas deixaram de votar em Petrópolis. Dos que compareceram às seções eleitorais, 24.382 anularam ou votaram em branco.

A candidata do PT, que ficou com 41,59% dos votos no 1º turno das Eleições 2014, não tem a preferência dos petropolitanos. Dilma ficou em terceiro lugar na cidade, com 40.081 votos que representam 23,72% dos eleitores. Aécio ficou como primeiro colocado nas cinco Zonas Eleitorais, e Marina em segundo lugar. Pela preferência nacional, Dilma e Aécio disputam o 2º turno que será definido no dia 26 de outubro.

continua após publicidade

Já na votação para senador o município serrano acompanhou a expressividade de Romário (PSB) nas urnas. Com 63,43% do total de votos válidos no país, ele foi o segundo mais votado. Em Petrópolis ele ficou no topo da lista e foi o mais votado. Com 93.747 votos, Romário ultrapassou Aécio e o candidato ao Governo do Estado, Luiz Fernando Pezão (PMDB).

Os números ganham ainda mais importância perto dos votos inválidos (nulos e brancos), que para a eleição do senado somaram 51.383. Cesar Maia ficou em segundo lugar com 31.195 votos na cidade e não conseguiu se eleger.

O candidato a governador Pezão também tem a preferência dos petropolitanos. Ele recebeu 74.188 votos, seguido de Marcelo Crivella (PRB), com 30.639. Os dois estão na disputa do 2º turno. Anthony Garotinho (PR) ficou em terceiro lugar, ficando fora da disputa e seguindo a votação em todo o país. Pezão teve 49,52% dos votos válidos, enquanto Crivella teve 20,45 e Garotinho 11,21%.

continua após publicidade

Bernardo Rossi é eleito deputado estadual pelo município serrano

A votação em Petrópolis foi fundamental para a eleição de Bernardo Rossi (PMDB), que teve 46.708 votos na cidade, do total de 56.806. Marcus Vinícius, o Neskau, (PTB) também teve votação expressiva no município e ganhou a preferência de 12.285 eleitores, do total de 39.192 em todo o estado. Ambos foram reeleitos para a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

O ex-prefeito Paulo Mustrangi (PT) ficou em terceiro lugar com a aprovação de 10.970 eleitores, dos 12.203 votos, mas não conquistou uma cadeira, ficando como suplente. Os votos por legenda somaram 14.916 e os brancos e nulos 39.407, representando 20,39%.

Hugo Leal (PROS), reeleito deputado federal, conquistou 18.497, do total de 85.449 votos, na cidade serrana. Ele foi seguido pelo também reeleito Leonardo Picciani (PMDB), com 14.949 votos, e Nelson Sabrá (PDT), com 13.953, que ficou como suplente. 10.846 eleitores votaram por legenda e 21,86%, ou seja, 42.263 pessoas votaram nulo ou em branco.