Política

OAB pede cassação de Levy Fidelix após declarações homofóbicas

Da Redação ·
OAB informa que Levy fez “afirmações injuriosas e depreciativas contra a população LGBTI  Foto: Divulgação
fonte:
OAB informa que Levy fez “afirmações injuriosas e depreciativas contra a população LGBTI Foto: Divulgação

A Ordem dos Advogados do Brasil, através da Comissão de Diversidade Sexual, solicitou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a cassação da candidatura de Levy Fidelix (PRTB) à Presidência da República. O motivo do pedido seria uma declaração homofóbica proferida pelo candidato no debate na TV Record.

Levy Fidelix declarou que os homossexuais devem fazer tratamento psicológico. “Pelo que vi na vida, dois iguais não fazem filho. E digo mais: desculpe, mas aparelho excretor não reproduz. Pessoas que têm esses problemas precisam de ajuda psicológica”, disse o presidenciável. Ele ainda pediu à “maioria” para “enfrentar essa minoria”.

No pedido, encaminhado para o presidente do TSE, José Antônio Dias Toffoli, a comissão da OAB informa que Levy fez “afirmações injuriosas e depreciativas contra a população LGBTI, inclusive, com incitação à violência”.

Manifestações

Em resposta às declarações do presidenciável, diversos manifestos estão marcados. A comunidade LGBT está revoltada com as declarações do candidato e, como forma de reivindicação, ‘beijaços’ estão marcados em diversas cidades do país.

continua após publicidade