Política

Após comentários homofóbicos, Levy Fidelix é criticado nas redes sociais

Da Redação ·
Após comentários homofóbicos, Levy Fidelix é criticado nas redes sociais - Foto: Divulgação
fonte:
Após comentários homofóbicos, Levy Fidelix é criticado nas redes sociais - Foto: Divulgação

No debate dos presidenciáveis exibido neste domingo (28) pela TV Record, o candidato Levy Fidelix (PRTB) provocou polêmica ao tecer uma série de comentários ofensivos e preconceituosos contra os homossexuais. As declarações foram dadas após pergunta de Luciana Genro (PSOL), que citou a violência a que a população LGBT é submetida.

continua após publicidade

Ao ser indagado sobre os motivo pelos quais as pessoas que defendem a família se recusam a reconhecer um casal do mesmo sexo, Levy disparou: “Aparelho excretor não reproduz (…) Vamos acabar com essa historinha.

Eu vi agora o santo padre, o papa, expurgar, fez muito bem, do Vaticano, um pedófilo. Está certo! Nós tratamos a vida toda com a religiosidade para que nossos filhos possam encontrar realmente um bom caminho familiar“, afirmou.

continua após publicidade

Na réplica, Luciana defendeu o casamento igualitário, mas Levy não parou por aí. Na tréplica, ele foi ainda mais longe: “O Brasil tem 200 milhões de habitantes, daqui a pouquinho vai reduzir para 100 [milhões]. Vai para a Avenida Paulista, anda lá e vê. É feio o negócio, né? Então, gente, vamos ter coragem, nós somos maioria, vamos enfrentar essa minoria. Vamos enfrentá-los“.

Nas redes sociais, os internautas ficaram indignados com as declarações do candidato e lançaram a hashtag #LevyVocêÉNojento. A menção estava nos assuntos mais comentados do Twitter até a manhã desta segunda (29).

O caso foi tão sério (e consideravelmente surreal), que as afirmações homofóbicas de Levy foram parar em veículos internacionais como o britânico The Guardian. Um beijaço contra o candidato foi programado para amanhã (30) na Avenida Paulista.