Política

Richa reafirma compromisso com a pauta municipalista

Da Redação ·
 Richa procurou ouvir pessoas das comunidades por onde passou
fonte: Divulgação
Richa procurou ouvir pessoas das comunidades por onde passou

Ao encerrar sua viagem a 15 municípios da região de Maringá, na quinta-feira (24), em Astorga, o candidato do PSDB ao Governo do Paraná, Beto Richa, reforçou seu compromisso com a causa municipalista. “Quero ser um parceiro dos prefeitos. É nas cidades que as pessoas vivem e onde se concentram a maior parte dos problemas”, disse Richa, que foi à região para discutir seu Plano de Governo.

continua após publicidade


O prefeito de Astorga, Arquimedes Ziroldo (PTB), destacou a necessidade de um governador que una forças em favor do Paraná. “Chega de divisão”, afirmou Ziroldo. Em Astorga, Beto também se encontrou com os presidentes das cooperativas Cocafé e Nova Produtiva. “Vejo no Beto um político competente, honesto, transparente e aberto para se comunicar. Ele vem de uma família de tradição e tem história própria também”, afirmou Albino Mazzaro, presidente da Cocafé. “Acredito que o Beto é capaz de fazer a transformação que o Paraná precisa. É um homem simples, competente, capaz e humilde. Ele sabe ouvir os anseios das pessoas e colocar em prática o que é preciso. Ele pode fazer pelo Paraná o que fez por Curitiba”, disse Tácito Barduzzi Júnior, presidente da Nova Produtiva.


Em Santa Fé, Beto ouviu das lideranças locais a reivindicação de transformar o município em sede de Comarca (divisão territorial do Poder Judiciário), para atender também Flórida, Lobato, Nossa Senhora das Graças, Munhoz de Mello e Ângulo. Essa decisão não cabe ao Poder Executivo. “A instalação de um Fórum em Santa Fé se justifica porque a reunião desses municípios soma a população mínima para isso. Além disso, essa medida desafogará as comarcas de Astorga e Colorado, que hoje atendem esses municípios”, afirmou o advogado Helton Silva, presidente do PPS local. “Não vou medir esforços para articular junto ao Tribunal de Justiça essa conquista para Santa Fé e região”, garantiu Richa.

continua após publicidade


O prefeito de Santa Fé, Fernando Brambilla (PMDB), enumerou uma série de problemas que o município, de cerca de 11 mil habitantes, enfrenta. “Nosso plano de habitação aponta a necessidade de cerca de 300 moradias populares. Também temos problemas na área de segurança pública. É preciso aumentar o efetivo. Na área da saúde, o município depende muito dos grandes centros, que estão inchados. Hoje, enviamos os pacientes para o Hospital Universitário e Hospital Municipal de
Maringá”, disse o prefeito.


Em Munhoz de Mello, município com cerca de 3,5 mil habitantes, uma das principais necessidades está relacionada ao transporte intermunicipal. “Esta é uma necessidade das pequenas cidades próximas a Maringá. É preciso integrar a tarifa de transporte, com a consolidação da Região Metropolitana de Maringá. Precisamos avançar na consolidação das regiões metropolitanas”, afirmou o deputado federal Ricardo Barros
(PP), candidato a senador.


Acompanharam Beto nesta viagem os deputados estaduais Durval Amaral
(DEM), Cida Borghetti (PP), Luiz Nishimori (PSDB) e Dr. Batista (PMN).