Política

Skaf usa cover de Alckmin na TV e pede voto dos manifestantes de 2013

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Skaf usa cover de Alckmin na TV e pede voto dos manifestantes de 2013
fonte:
Skaf usa cover de Alckmin na TV e pede voto dos manifestantes de 2013

SÃO PAULO, SP - A menos de dez dias da eleição e sem conseguir avançar nas pesquisas de intenção de voto, o candidato ao governo de São Paulo pelo PMDB, Paulo Skaf, adotou nesta sexta-feira (26) a tática de se apresentar no horário eleitoral como representante dos eleitores que participaram das manifestações de junho de 2013.

continua após publicidade

"Cadê todo aquele povo que nas ruas clamava por justiça e mudanças? Onde estão? Desistiram da sua luta? Perderam a esperança, aceitando tudo?", questionou o peemedebista, acrescentando: "Será que cheguei atrasado? Que o sonho acabou? Que a esperança morreu? Sinceramente, espero que não".

A peça alternou imagens de Skaf na avenida Paulista e dos protestos de junho. Em direção à câmera, o presidente licenciado da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) afirma ter "recebido muito carinho, muito incentivo", mas diz sentir as pessoas "meio conformadas, resignadas, como se tivessem perdido esperança e jogado a toalha".

continua após publicidade

A propaganda também veicula uma inserção em que um dublê do governador e candidato à reeleição Geraldo Alckmin (PSDB) tenta convencer um virtual eleitor a votar nele.

A esquete é gravada em uma padaria cenográfica e brinca com tradições do governador, como a de tomar cafezinhos em eventos públicos. Na propaganda, o ator que interpreta Alckmin pede dois cafés e o eleitor diz que prefere "suco de laranja".

O sósia do tucano diz que fez "muito" e tem "muitas propostas novas, muitas coisas boas", e interlocutor responde: "O problema não está com o senhor, sabe? Está comigo. Eu que estou mais exigente, quero ver as coisas acontecerem. Estou cansado de promessa."

continua após publicidade

Segundo a última pesquisa Datafolha, o governador tem 49% das intenções de voto e venceria no primeiro turno. Skaf tem 22% e o petista Alexandre Padilha, 9%.

No horário eleitoral, Padilha cobrou a presença do governador no debate da TV Record desta sexta (26) e Alckmin divulgou propostas para a educação.