Política

Dilma confirma discurso na Cúpula do Clima da ONU em Nova York

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Dilma confirma discurso na Cúpula do Clima da ONU em Nova York
fonte:
Dilma confirma discurso na Cúpula do Clima da ONU em Nova York

NOVA YORK, EUA - O governo brasileiro confirmou que a presidente Dilma Rousseff discursará na Cúpula do Clima da ONU, em Nova York, nesta terça-feira (23). Havia dúvidas se a presidente chegaria a tempo do evento, mas sua partida para os EUA foi antecipada -Dilma embarcará por volta das 18h- a previsão inicial era 22h.

continua após publicidade

Em seu lugar, falaria a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, que já está em Nova York. O discurso no evento será curto, de cerca de quatro minutos. O objetivo do encontro, convocado pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, é que os líderes de Estado presentes anunciem medidas para reduzir as emissões de gases do efeito estufa, fortalecer a resistência climática e criar mobilização para um acordo significativo sobre o clima em 2015, na Conferência de Paris.

Dilma será a terceira a discursar no encontro, que será aberto por Ban Ki-Moon. O ator Leonardo DiCaprio -mensageiro da Paz da ONU para o Clima- também falará na Cúpula.

continua após publicidade

Na quarta-feira, a presidente abre a 69ª Assembleia-Geral da ONU, em discurso que deve ressaltar a redução da pobreza extrema -que caiu 75% entre 2001 e 2012- e a melhoria na segurança alimentar no país, segundo a Folha apurou. O texto deve ser finalizado apenas nesta terça à tarde, após a participação na Cúpula do Clima.

Dilma viaja aos EUA acompanhada dos ministros Luiz Alberto Figueiredo (Relações Internacionais) e Marcelo Neri (Secretaria de Assuntos Estratégicos). O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, também está em Nova York, onde participou nesta segunda-feira da Conferência Mundial sobre Populações Indígenas, também da ONU.

De acordo com o governo, ainda não há encontros bilaterais agendados durante a estadia da presidente em NY. Dilma deve falar com jornalistas nesta terça. À noite, foi convidada para um jantar com o secretário-geral da ONU, mas ainda não confirmou sua presença.

A presidente deve voltar ao Brasil logo após o discurso na Assembleia-Geral, na manhã de quarta-feira.