Política

Gleisi diz em Apucarana que vai recuperar o Paraná

Da Redação ·

A candidata ao governo do Paraná, Gleisi Hoffmann (PT), disse ontem, em Apucarana, que terá como uma das tarefas quando assumir o governo a recuperação da gestão pública do Estado em todas as suas áreas. Segundo ela, “este governo que aí está é o governo do desastre”, salientando que o Paraná está ruim em tudo. “Este governo não tem prioridade”, acrescenta.

continua após publicidade

Conforme a candidata, o Estado vai mal na saúde, mal na educação, mal na segurança pública e mal nas finanças, entre outros setores. “Não é possível que esta situação continue”, afirmou. 

Gleisi lembrou que na Educação, por exemplo, o Paraná caiu 5 pontos na avaliação do Instituto de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), o que significa que a educação está ruim. Segundo ela, isto não é culpa dos professores e dos diretores de escolas. “O que falta é uma política para a educação”, afirmou, acrescentando que no seu governo vai criar o PAC da Educação, que priorizará projetos para melhoria do nível de ensino e dos espaços físicos das escolas.

continua após publicidade

Para melhorar o atendimento na saúde que, conforme salienta, também está ruim, a candidata diz que vai criar o programa Mais Médicos Especialistas. O objetivo é ampliar a oferta de especialidades médicas à população, através de convênios com as clínicas especializadas e aumento de consultas através dos consórcios de saúde. Neste aspecto, ela vai incentivar a criação de mais consórcios de saúde no Estado. “Vamos investir no mínimo 12% do orçamento na saúde, o que não tem ocorrido neste mandato”, afirmou.

Na área de segurança pública, a candidata lembrou que desde dezembro até agora o Paraná já teve 20 rebeliões nas penitenciárias estaduais, sendo quatro somente nos últimos 20 dias. Segundo ela, alguma coisa precisa ser feita para melhorar a situação nas penitenciárias e presídios.

Ao lado do prefeito Beto Preto (PT), do vice Júnior da Femac (PDT), do deputado federal Ênio Verri (PT), candidato à reeleição, e do candidato a deputado estadual Arilson Choratto (PT), de vereadores e de outras lideranças políticas, Gleisi participou em Apucarana de carreata no centro e nos bairros com mais de 200 veículos e de caminhada na área central. Antes, cumpriu idêntica agenda em Jandaia do Sul e Cambira.

continua após publicidade

Gleisi diz que está animada com sua campanha e que vai chegar ao segundo turno apesar de estar na terceira colocação nas pesquisas de intenção de voto. “Estamos trabalhando para isso”, afirmou.

O prefeito Beto Preto disse que a presença de Gleisi em Apucarana não era especificamente uma campanha dela. “Aqui é um ato de reconhecimento e de agradecimento por tudo que Gleisi e Dilma têm feito por Apucarana”, assinalou. Ele lembrou que foi por intermédio de Gleisi quando era ministra da Casa Civil que Apucarana conseguiu mais de R$ 200 milhões em investimentos federais. “Para continuarmos alinhados, onde aqui somos 13, Apucarana vai de Gleisi e Dilma nesta eleição”, declarou.